SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Terça-feira, 22 Junho 2021, 09:01

A doença de Alzheimer

Por: Dr.ª Inês Pilar

A doença de Alzheimer é a forma mais comum de demência, representando cerca de 50 a 70% de todos os casos, em Portugal.

O que é a Doença de Alzheimer?

É uma doença neurodegenerativa, de progressão lenta e irreversível, em que se observa a morte gradual dos neurónios, o que leva à perda de capacidades. Caracteriza-se pelo declínio cognitivo, alterações do comportamento, da personalidade e da capacidade funcional.

Quais são os sintomas da Doença de Alzheimer?

Inicialmente os sintomas podem ser muito leves e uma vez que esta patologia afeta maioritariamente idosos, podem ser confundidos com os sinais do envelhecimento normal.
Geralmente o primeiro sintoma é a perda de memória recente, ou seja, esquecer-se das memórias do dia a dia, onde coloca os objetos, em que dia do mês se encontra, o que fez no dia anterior. À medida que a doença avança aparecem as alterações de humor, do discurso e da orientação. Deixa de reconhecer pessoas amigas ou familiares e em estados mais avançados apresenta alterações do comportamento devido a alucinações e delírios. Assim, a dependência de terceiros para as atividades da vida diária torna-se inevitável.

Quais são os fatores de risco?

O aumento da idade, a genética, a ingestão de álcool em excesso e a inatividade física são fatores de risco importantes.

Como posso saber se tenho Doença de Alzheimer?

Atualmente ainda não existe nenhum exame que diagnostique a doença. Se tem familiares ou se apresenta os sintomas acima referidos dirija-se ao seu médico de família
para lhe fazer uma consulta de avaliação.

O que devo fazer para prevenir ou atrasar a Doença de Alzheimer?

Não existe um medicamento que possa prevenir a doença de Alzheimer, no entanto a melhoria do estilo de vida ajuda a atrasar o aparecimento desta.
• Adote uma alimentação variada com a ingestão diária de fruta e hortícolas ricas em antioxidantes, consumo semanal de peixe, frutos oleaginosos e óleos vegetais, leguminosas e cereais; • Diminua o consumo de álcool para 1 copo pequeno de vinho por dia nas mulheres e 2 nos homens, de preferência ao almoço; • A cafeína pode ter um efeito protetor, no entanto deve ser ingerida com modera
ção, sendo aconselhada no máximo 2 cafés por dia; • Pratique exercício físico de forma regular (3 a 4 vezes por semana); • Mantenha o “peso ideal”.

Sou cuidador de uma pessoa com Doença de Alzheimer. O que devo fazer?

O cuidador para além de gerir as necessidades do doente, deve fornecer acima de tudo bem-estar global. O aconselhamento e apoio de uma equipa multidisciplinar é essencial para a qualidade de vida do doente e do cuidador. Na USF Cardilium temos uma equipa preparada para o avaliar e esclarecer sobre esta patologia. A Alzheimer Portugal é uma instituição que apoia os cuidadores e os doentes, organizando atividades que sensibilizam a população para esta patologia. No passado dia 8 de setembro, a USF Cardilium não deixou de dar o seu contributo para a sensibilização desta patologia e esteve presente na caminhada da memória.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados