SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Segunda-feira, 14 Junho 2021, 01:43

Saborosa tradição com as uvas do “Casal da Raposa”

As cigarras anunciavam que o dia de calor ainda estava para durar. O calor incessante e o sol abrasador dão conta de um trabalho que não faz inveja a ninguém. Vindimar custa muito. É duro, muito duro. Sofre-se debaixo do sol que queima a pele. Mas esse é o trabalho que permite ao “Casal da Raposa” em Adofreire colocar os seus produtos nos mercados da região. É também uma forma de viver ligada à agricultura que teima – felizmente – resistir.

À sombra de uns sobreiros, na vizinhança da Serra D´Aire que marca a paisagem a norte, em Alqueidão, as cigarras calam-se quando nos aproximamos. Patrícia Picton Santos com um sorriso rasgado vem ao nosso encontro e cumprimenta-nos, é quem dá a cara pelo “Casal da Raposa”, uma empresa agrícola começada pelo pai Agostinho Santos, já nos idos anos 70.

Ler mais na edição impressa…

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados