SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Terça-feira, 15 Junho 2021, 19:36

UDRZA celebrou 34 anos entre muitos amigos

Na noite de sábado, dia 20 de abril, o salão de São Pedro encheu para o jantar de aniversário da União Desportiva e Recreativa da Zona Alta, que neste dia soprou 34 velas.

Recordemos como nasceu a UDRZA. “No pós 25 de abril houve necessidade de fomentar o desporto nos jovens da Zona Alta, nomeadamente nos Bairros de S. Domingos, Stº António e Babalhau.

Sentia-se a necessidade da existência de atividades desportivas, e como tal, a comissão de moradores da Zona Alta e dois clubes formados por organizações informais que eram o GDAZA (Grupo Desportivo Amador da Zona Alta) e o Clube de Futebol Juvenil, conhecido pelo Clube do Malta, foi reconhecido por todos os envolvidos a organização de uma estrutura desportiva que agregasse todo este movimento popular. Foi então decidida a criação de uma União Desportiva à qual foi dada o nome de União Desportiva e Recreativa da Zona Alta. As modalidades desportivas criadas foram as que não existiam num outro clube da cidade, ou seja: Ginástica, Judo e Atletismo”, explicou a O Almonda José Gomes, presidente da direção da UDRZA o ano passado por altura do 33.º aniversário.

Neste aniversário, José Gomes foi curto nas palavras dirigidas aos presentes e as suas palvras foram de gratidão.

O presidente da União Deportiva agradeceu aos atletas praticantes das diversas modalidades “por terem escolhido este clube. Aos pais, obrigada pela confiança depositada e aos técnicos, uma palavra de agradecimento pelo trabalho realizado”.

O presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria, onde se encontra a sede da UDRZA, Pedro Morte deixou o seu “apreço por este conjunto de homens e mulheres que dirigem a Zona Alta com todos os sabrifícios daí inerentes”.

Pedro Morte agradeceu ainda a dirigentes e atletas porque levaram o nome da cidade de Torres Novas e da freguesia de Santa Maria por todo o país. O autarca terminou deixando a certeza de que a Zona Anta “pode continuar a contar com o apoio da Junta de Freguesia.

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados