SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Domingo, 13 Junho 2021, 15:47

Cinema Castello Lopes no TorreShopping encerrou na terça-feira

Na terça-feira, dia 26 de fevereiro, os funcionários da empresa “Socorama Castello Lopes” foram surpreendidos pelo corte do fornecimento da energia elétrica, o que obrigou ao encerramento do cinema. Este encerramento acontece por razões semelhantes às que levaram à quebra de contrato por parte da Sonae com a mesma empresa, o incumprimento do acordo previamente estabelecido.

Ainda há uma semana atrás “O Almonda” havia contatado com a empresa, procurando saber se havia algum risco de o cinema de Torres Novas vir a fechar, pois já era então conhecido o encerramento de oito salas alugadas à Sonae. Esta semana o cinema foi obrigado a fechar portas por falta de eletrecidade, pois apesar das notificações da EDP de há uns meses a esta parte não haviam regularizado a sua dívida.

A situação vivida no cinema da Castello Lopes de Torres Novas repete-se um pouco pelas restantes salas que ainda tinha em funcionamento pelo país, verificando-se o mesmo em Santarém, Guimarães, Sintra e Cascais. A sala que a empresa tem em Setúbal só não terá ainda tido a eletricidade cortada por falta de oportunidade, pois na altura em que os funcionários da EDP deveriam efetuar o corte foram chamados para uma outra situação de urgência.

Carlos Neves, que pertence à comissão de trabalhadores, e que já foi em tempos o gerente da sala de Torres Novas da Castello Lopes, explicou a “O Almonda” que aos 74 efetivos que já haviam sido dispensados aquando da quebra de contrato com a Sonae agora dever-se-ão juntar mais 60 trabalhadores de todas as salas abrangidas. Lamenta a situação em que a empresa se encontra, dizendo no entanto que já era esperado que assim acontecesse, criticando a gestão que vinha a ser feita pela administração. Explicou que a empresa já avançou com um pedido de insolvência e que agora terão de esperar que o Tribunal faça a nomeação de um administrador de insolvência.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados