SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 23 Junho 2021, 16:27

Pedrógão de mãos dadas com a Quercus na defesa da Serra de Aire

p1_pedrogao_grd2

Dois anos passados depois da Quercus, Associação Nacional de Conservação Nacional da Natureza avançar com o programa Habitats Conservation comparticipado pelo programa Life+ da União Europeia, a freguesia do Pedrógão, parceira neste projeto, está a entrar na última fase. Depois da desmatação que pretende controlar seletivamente a vegetação, já falta pouco para ter início a segunda intervenção traduzida pelo pastoreio de 200 cabras entre o Vale Fojo e o Vale Garcia na freguesia do Pedrógão.

O Programa Habitats Conservation, lançado em janeiro de 2011, promove o pastoreio, apostando na prevenção de fogos e na dinamização da economia local e terá o seu término em junho de 2014.

Os prados rupícolas calcários, os arrelvados xerófilos, os arrelvados ricos em orquídeas e as lajes calcárias são os quatro habitats prioritários abrangidos pelo projeto. A intervenção tem estado a ser realizada nas freguesias de Pedrógão, concelho de Torres Novas e Fátima, concelho de Ourém.

O pastoreio com 200 cabras de raça serrena é a última fase que pode estar no terreno em breve, segundo disse a O Almonda José Luís Santos, presidente da Junta de Freguesia do Pedrógão.

Um rebanho com 200 deverá ser colocado no terreno, entre o Vale Fojo e o Vale Garcia na freguesia do Pedrógão. Segundo disse a O Almonda José Luís Santos até ao Verão o estábulo deverá estar preparado e pronto a receber o gado.

Entretanto já foram criados bebedouros para proporcionar água às 200 cabras. O estábulo com 330 metros quadrados onde as 200 cabras pernoitarão ficará localizado no Alto do Telhadouro, no Pedrógão.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados