SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 23 Junho 2021, 03:53

Digidelta vai aumentar instalações e investe em Torres Novas

A “Digidelta”, empresa de Torres Novas, assenta a sua atividade em três marcas principais, a “Mimaki”, a “Decal” e a “Netscreen”. A primeira foi de onde o negócio surgiu e foi também a que proporcionou o primeiro contato com o cliente. Com a representação exclusiva para Portugal e Espanha, a Digidelta representa esta empresa japonesa que é um dos principais fabricantes de impressoras a jacto de tinta de grande formato e de máquinas de corte para o mercado gráfico, têxtil/vestuário e industrial. O passo seguinte aconteceu com a “Decal” para fazer a distribuição dos consumíveis e hoje em dia tem a sua marca espalhada por todo o mundo. A “Netscreen” representa o futuro do setor, pois deixa de acontecer a impressão e a transformação com a informação a ser espelhada em grandes “ecrãs de televisão”. Rui Leitão, o administrador, acredita no crescimento desta vertente do negócio e vê-o como complementar. Os painéis/monitores vão ser assemblados em Torres Novas e como o negócio está em crescimento também a “Digidelta” vai crescer tendo-se iniciado a construção de uma nova unidade, que vai nascer na zona industrial de Torres Novas.

A aposta em diferenciar-se da concorrência já havia acontecido com a “Decal”, com a compra de maquinaria que permitiu apresentar produtos únicos, dando-se o exemplo do papel de parede personalizado, o que permite decorações originais e por medida. Com esta capacidade técnica a “Decal” passou a oferecer um conceito simples: “Fabrique a sua decoração”, conquistando espaço no mercado mundial. Hoje em dia 55% das vendas da empresa destinam-se à exportação, números que só por si dizem bem da implementação da marca a nível mundial. E a tendência, explicou Rui Leitão, é que essa percentagem aumente muito mais, tornando-se uma empresa essencialmente exportadora. O objetivo está traçado, atingir a marca de 95%.

Luís Miguel Lopes

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados