SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quinta-feira, 17 Junho 2021, 21:57

Taxas máximas deliberadas em reunião de Câmara

A sessão pública da reunião de Câmara de terça-feira, dia 4, trouxe algumas novidades. A Câmara indicou a empresa municipal “Turrisespaços” para a organização da Feira dos Frutos Secos, que este ano vai decorrer no Palácio dos Desportos, de 3 a 7 de Outubro. Mas a pior novidade viria com a habitual revisão de taxas que acontece nesta altura do ano. Como há já algum tempo se vinha anunciando a Câmara para fazer face às despesas e necessidades de tesouraria vai ter de aplicar a taxa máxima em todos os impostos municipais.

Taxas Máximas

O imposto municipal sobre imóveis (IMI) sobe de 0,7 para 0,8, enquanto que os “reavaliados” sobem de 0,4 para 0,5. CDU e PSD votaram contra. A “Derrama” para 2013 – imposto que se aplica às empresas – sobe de 0,5 para 1,5, com abstenção do PSD, votos favoráveis da CDU e PS. A Taxa Municipal de Direitos de Passagem, que até este ano foi de zero, aplica-se um imposto de 0,25, tendo a CDU votado contra porque «é mais uma taxa que nos vai sobrecarregar», argumentou a vereadora Filipa Rodrigues. Pedro Ferreira retorquiu dizendo, «se estivesse na oposição se calhar fazia o mesmo». O PSD também votou contra. No meio da discussão do aumento das taxas surgiu a “benesse”, com a Câmara a deliberar atribuir 0,5 da taxa a que teria direito no IRS aos seus munícipes. A CDU votou favoravelmente e o PSD absteve-se.

LML

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados