SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 23 Junho 2021, 12:36

Agricultura inovadora em Torres Novas

p4-f1_grd4

Hidroponia, assim se chama a técnica utilizada nas instalações da “Plântula” na Ribeira Branca. A cultura de produtos hortícolas em água, é o que resulta da técnica, que tem a grande vantagem de amadurecer os produtos mais rapidamente mantendo uma grande qualidade.

O primeiro passo

Noémia Faria e Carlos Costa, dois sócios da “Plântula”, têm uma empresa virada para os projetos de agricultura, para a produção de oliveiras, figueiras e plantas ornamentais. Quando notaram que a “moda” das oliveiras estava em decréscimo discutiram o caminho a trilhar e Carlos Costa avançou com a ideia de trazer a técnica de hidroponia. A técnica já é utilizada em Inglaterra desde os anos 70. É também aplicada com sucesso em Espanha e no Brasil, onde se deram os últimos passos do seu desenvolvimento. Mas em Portugal o seu uso não era conhecido, pois para a implantar há que fazer um investimento significativo nas instalações. Há dois anos os dois sócios meteram mãos-à-obra e hoje têm resultados muito animadores, contando que o custo de instalação «é caro», mas que tem uma «manutenção barata».

A hidroponia, utilizando estufas, recorre a tecnologia de ponta, é não poluente e apresenta diversas vantagens, como um ambiente de crescimento mais inócuo, logo sanitariamente mais favorável. Resulta também numa diminuição do consumo de pesticidas relativamente aos sistemas tradicionais em cerca de 70% e proporciona um reaproveitamento de águas residuais e nutrientes em excesso, diminuindo o desperdício e consequentemente os custos. Com o sistema consegue-se uma diminuição do consumo de água relativamente ao sistema tradicional em cerca de 70% e uma diminuição do consumo de fertilizantes relativamente ao sistema tradicional em cerca de 50%. A sua implantação resulta também numa diminuição da quantidade de operações culturais, com consequente diminuição de utilização de máquinas e equipamentos e permitem a anulação da rotação cultural, pois a replantação pode ser imediata.

Luís Miguel Lopes

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados