SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 23 Junho 2021, 15:40

Recuperação da Muralha da Cerca garante preservação do património

p1_muralha_grd

Está ainda em curso a recuperação da muralha da cerca, reconstruída por D. Fernando, do Castelo de Torres Novas. O trabalho tem passado quase despercebido à maioria dos torrejanos, razão porque o município resolveu convocar a imprensa, na segunda-feira, dia 12, para uma pequena visita à obra de recuperação que está em curso.

Estas obras que estão em curso são muito específicas e sem grande impacto visual, começou por fazer notar o Presidente da Câmara, António Rodrigues. Mas ao mesmo tempo é uma intervenção «de grande importância» para a conservação do património. Contemplada na intervenção está também a recuperação da Igreja do Livramento e do terreiro de Santa Maria. Depois desta intervenção estar concluída deverá arrancar em Fevereiro a obra de recuperação do interior do Castelo. Aí o que vai ser “mexido” será o jardim, que irá sofrer uma radical transformação. O espaço como o que conhecemos até hoje vai ser alterado. Em declarações à imprensa o Chefe de Gabinete, Carlos Carreira, explicou que o que se pretende ali fazer é adaptar e modernizar o espaço, tornando-o mais amplo e dar-lhe uma configuração diferente.

Um pouco mais atrasada está a musealização das torres do Castelo, mas o processo também se encontra a avançar, garantiu o Chefe de Gabinete.

Estas intervenções são comparticipadas a 90% pelos fundos europeus e por isso esta era uma oportunidade «que a Câmara não podia perder», explicou António Rodrigues. Uma vez concluídas as obras a conservação do património deverá estar garantida pelo menos para os próximos 50 anos.

Luís Miguel Lopes

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados