SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 16 Junho 2021, 03:20

Concerto do 54º Aniversário do Choral Phydellius

 

O 54º Aniversário do Choral Phydellius foi assinalado com um concerto que teve lugar no domingo, dia 22, no Teatro Virgínia. Uma sala composta acolheu o coro aniversariante, bem como o convidado Coro Polifónico de Almada. A uni-los esteve o maestro João Branco, que dirige ambos os coros.

 

A tarde de música começou com a actuação do Coro Juvenil do Choral Phydellius, que interpretou “A little Jazz Mass” de Bob Chilcot e “Olha o Rojão” de Fernando Lopes Graça.

 

Júlio Clérigo, o Presidente do Choral, aproveitou os intervalos para contar um pouco da história do coral, recordando que por aquela casa já passaram muitos coralistas, uns mais novos, outros mais velhos, mas em Torres Novas quase todas as famílias já tiveram um elemento ligado ao Phydellius. Os 54 anos, sublinhou, foram assinalados de forma ininterrupta, e ao longo dos anos a instituição cresceu e tem hoje uma Escola de Música. Reconheceu que se encontraram algumas contrariedades pelo caminho, mas prefere relevar as alegrias que, felizmente, têm sido mais do que as tristezas.

 

O Coro Polifónico de Almada qualquer dia terá de mudar de nome, pois entre eles há já um grande número de cantores torrejanos, facilmente reconhecíveis nas suas fileiras. Este coro, também conduzido pelo maestro João Branco, tem os seus ensaios aos fins-de-semana, razão porque consegue integrar elementos de vários pontos do país. Destacou-se da sua prestação o tema “Dirait-on”, do compositor Morten Lauridsen, com acompanhamento ao piano por Valentina Ene. Por curiosidade, após o concerto, fizemos uma pesquisa na internet, buscando coros que interpretem este tema e verificámos que a versão que assistimos à tarde fora muito melhor.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados