SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Domingo, 13 Junho 2021, 16:08

Projecto de Intervenção Precoce de Torres Novas

 

O Projecto de Intervenção Precoce de Torres Novas “Crescer para a Vida” sedeado no Jardim de Infância de S. Pedro promoveu aquele que foi o terceiro Seminário subordinado ao tema “Crescer para a Vida na Diferença”, no dia 15 de Abril, no Hospital Rainha Santa Isabel em Torres Novas.

 

Presente no painel de abertura esteve Edmundo Martinho, presidente do Instituto de Segurança Social, que deixou a certeza de que, apesar do panorama de crise que se vive, “não há perspectivas de abrandamento financeiro nesta área. Fazemos um investimento muito grande nestas crianças”, acrescentando ainda a importância primordial das famílias como parceiras de todo o processo, “o desenvolvimento harmonioso destas crianças depende muito das famílias. As parcerias não se esgotam nas IPSS, mas têm de se estender às crianças e às famílias”.

 

Isabel Cartaxo, coordenadora da Equipa de Apoio às Escolas do Médio Tejo, salientou a importância da Intervenção Precoce, uma vez que, “assume um papel de extrema importância na sua actuação junto das crianças em risco de atraso de desenvolvimento e das suas famílias, que ao aperceber-se da diferença da sua criança, se sentem envolvidos numa frequente incapacidade para lidar com a situação” afirmou Isabel Cartaxo. “A prestação de serviços educativos, terapêuticos e sociais prestados são, sem sombra de dúvida, uma mais valia no sentido de minimizar a diferença existente. O carácter preventivo e interventivo, das acções desenvolvidas, como forma potenciadora de desenvolvimento, apoio familiar e maximização de recursos e benefícios sociais são uma realidade na vida daqueles que tanto Necessitam”, acrescentou a coordenadora.

 

Pedro Ferreira, esteve presente na qualidade de vice-presidente da Câmara Municipal de torres Novas, mas também, como presidente da direcção do CRIT, Centro de Reabilitação e Integração Torrejano, salientou a importância das parcerias como uma linha condutora para a resolução do problema da Intervenção Precoce.

 

O auditório do hospital estava cheio e ao longo de todo o dia foi possível reflectir em várias abordagens em torno da temática central.

 

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados