SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Terça-feira, 15 Junho 2021, 21:18

Ronda Social – Lar Dr. Carlos de Azevedo Mendes

  

O Lar Dr. Carlos de Azevedo Mendes é uma valência da Santa Casa da Misericórdia de Torres Novas que acolhe crianças e jovens do sexo feminino provenientes de famílias destruturadas e disfuncionais, oferecendo-lhes em alternativa um ambiente familiar em promoção da sua formação pessoal e académica.

 

O grande objectivo da instituição é proporcionar a valorização pessoal, social e profissional de todas as crianças e jovens acolhidas.

 

A história

 

Conta a história que no ano de 1920 nasceu no hospital de Torres Novas uma menina, filha de pais tuberculosos, que viriam a falecer um ano depois do seu nascimento. Na impossibilidade de voltar para a sua casa, a menina foi crescendo e vivendo no Hospital, até aos quatro anos.

Lê-se no site deste Lar que “o então Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Torres Novas, Dr. Carlos de Azevedo Mendes, homem bom e caridoso, impulsionado pelo espírito das bem-aventuranças e, verificando que não era conveniente a menina ficar por mais tempo naquele ambiente hospitalar, deu inicio a uma grande obra social, abrindo um asilo-creche para abrigo de meninas cujas famílias eram desprovidas de condições favoráveis ao seu crescimento. Foi então que a grande iniciativa tomou corpo com a entrada de duas meninas para um novo lar.

 

Em 1926, o asilo-creche recebeu uma comunidade religiosa da Congregação das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição. Em 27 de Março do ano seguinte, numa grande festa, inaugurou-se o asilo, já com um grupo de 28 crianças.”

 

A instituição foi chamada de asilo-creche, uma vez que ali se acolhiam crianças pequenas durante o dia, para que as mães pudessem ir trabalhar. Mais tarde, adaptaram-se alguns quartos para alojamento de educandas sem família.

 

Todos os ensinamentos do 1.º ciclo eram dados no próprio edifício. Depois do 1.º ciclo, algumas meninas frequentavam as aulas no então Colégio de Santa Maria.

 

Apesar das condições do edifício serem as mínimas era dado o conforto necessário a todas as crianças. “Começou, por isso, a nascer um novo sonho no coração das pessoas generosas: a construção de uma nova casa. Era então Provedor o engenheiro João Pedro Neves Clara. A nova casa surgiu em 1974, tendo sido inaugurada pelo Presidente da República, Almirante Américo Tomás.”

 

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados