SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 23 Junho 2021, 15:00

“Missão Pediatria” foi um sucesso e serviço vai abrir

 

Na quinta-feira, dia 27, à noite a discoteca “Emotion” encheu-se por uma causa nobre. Artistas de gabarito nacional juntaram-se à causa “Missão Pediatria” e compareceram em Torres Novas, dando o seu contributo para que as crianças do Hospital de Torres Novas tenham um condigno espaço de acolhimento. A festa cumpriu com os objectivos e o serviço deverá ainda abrir em Fevereiro.

 

A Dra. Rosa Amora, a directora de unidade do Hospital Rainha Santa Isabel, de Torres Novas, contou a “O Almonda” que a ideia de fazer uma recolha de fundos com uma festa aconteceu no meio de uma reunião. Fora-lhe proposto o desafio pelo director clínico do Centro Hospitalar do Médio Tejo de coordenar e implementar o novo serviço de ambulatório pediátrico e no decurso da reunião surgiu a ideia da angariação de fundos para equipar o serviço.

 

O Centro Hospitalar do Médio Tejo tinha feito as obras necessárias, mas faltava equipar o serviço, «estava-se num impasse», recordou a “O Almonda” a Dra. Rosa Amora. Para que o serviço abrisse o mais rapidamente possível era necessário fazer algum investimento e para isso contaram também com o apoio da Liga dos Amigos do Hospital de Torres Novas que têm sido sempre «um parceiro de excelência», fez questão de sublinhar a responsável da unidade. Para esta obra contribuíram com uma «verba elevada» para a compra de equipamentos, se bem que ainda não fosse suficiente. Era pois necessário angariar fundos «para que o serviço abrisse mais rapidamente».

 

A discoteca Emotion mostrou-se disponível para ajudar, facultando o espaço. Jorge Branco, responsável da discoteca, explicou que souberam das dificuldades em equipar aquele serviço e disponibilizaram a discoteca para que ali se organizasse uma festa. Conversaram com a Dra. Rosa Amora e com a Directora do Serviço de Pediatria, Dra. Ermelinda Júlia tendo ficado decidido que ali seria feito um espectáculo em que a entrada revertia para o serviço de pediatria. A “Emotion” cedeu o espaço e ainda ajudou na divulgação da festa. Contou ainda Jorge Branco que esta não foi a primeira vez que a “Emotion” disponibiliza o espaço para festas de cariz solidário, lembrando que ao longo dos anos têm aberto as portas as outras instituições, como o CRIT, Lar das Raparigas, Projecto ROSTO, e diversos lares de idosos do concelho.

 

A enchente que aconteceu na quinta-feira «ultrapassou todas as expectativas», confessaram mais tarde os responsáveis da discoteca. Rosa Amora mostrou-se muito satisfeita por ver uma grande receptividade à causa e destacou os 500 bilhetes que foram pré-vendidos para a festa. Aliás essa pré-venda criou na responsável da unidade hospitalar grande esperança da adesão do público, como se veio a verificar.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados