SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 12 Junho 2021, 13:28

Presidente da Câmara convencido que a Fiação e Tecidos não vai encerrar

 

A reunião de Câmara de terça-feira, dia 25, terminou com a boa notícia de que a Fiação e Tecidos vai ultrapassar a mais recente crise, mantendo-se em actividade. A notícia foi dada pelo Presidente da Câmara que disse ter acompanhado sempre de perto toda a situação.

 

Estrada de Casével

 

O vereador Carlos Tomé (CDU), perguntou pela solução encontrada para o arranjo desta estrada, pois depois a obra não se encontra no plano de actividades para o corrente ano. Mais tarde seria informado pelo Presidente da Câmara que o processo tem estado parado porque a Câmara de Santarém não dá resposta aos ofícios de Torres Novas, remetendo mais explicações para o município scalabitano.

 

A23

 

Também por Carlos Tomé foi levantada a questão da A23, querendo o vereador saber qual o ponto da situação e que resultados houve da reunião com o secretário de estado, recordando que houve uma deliberação da Câmara onde se fazia saber que o município era contra o portajar da via. Pedro Ferreira começou por indicar que não tem «grandes esperanças» que a via não venha a ter portagens e mais tarde António Rodrigues informou que na quinta-feira seguinte iria acontecer uma reunião da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo com a Comissão de Transportes do parlamento, remetendo para depois dessa reunião mais informações.

 

Quartel dos Bombeiros

 

As notícias que saíram recentemente na comunicação social local levaram o vereador Carlos Tomé a questionar a Câmara sobre o processo do novo quartel dos bombeiros. Pedro Ferreira recordou o historial do processo e contou que a Câmara está a ponderar se a localização pretendida pelos bombeiros será a mais indicada, e que apenas recentemente houve alguma abertura dos proprietários do terreno contíguo ao actual quartel para negociar. Reconhece que os bombeiros devem ter melhores condições e entende que se deve tomar uma decisão o mais depressa possível.

 

“Fiação e Tecidos” não vai encerrar

 

Também as notícias vindas a público sobre a Fiação e Tecidos levaram o assunto à discussão na reunião de Câmara. Já depois de alguma discussão o Presidente da Câmara, que entretanto chegou à reunião, avançou com algumas animadoras informações. Contou que tem sempre acompanhado de perto o processo e elogiou a administração por ter feito sempre tudo para manter a empresa com as portas abertas. Reconheceu que a solução que parece ter sido encontrada irá obrigar a uma redução de postos de trabalho, mas sublinhou a grande vontade da administração em manter a empresa em funcionamento. No final elogiou de maneira vincada o esforço da “Fiação e Tecidos”, declarando, «se há pessoas que merecem ser homenageadas nesta terra é o homem que se encontra à frente daquela empresa».

 

Luís Miguel Lopes

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados