SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 19 Junho 2021, 06:30

Toda a programação do Virgínia será apoiada pelo QREN

 

A grande novidade apresentada na conferência de imprensa de divulgação da programação do primeiro trimestre de 2011 do Teatro Virgínia prende-se com o Virgínia estar inserido num conjunto de redes de programação, apoiadas pelo QREN, que envolvem vários Teatros Municipais espalhados pelo país. Assim, todos os espectáculos são financiados através de comparticipações comunitárias, e por outro lado, nas palavras do presidente da Câmara Municipal, António Rodrigues, o facto de o Teatro Virgínia estar ligado a estas redes de programação permite efeitos de economia de escala, bem como uma importante interacção e troca de experiências entre os dirigentes de cada instituição, sendo este um efeito multiplicador fantástico.

 

Isabel Reis na apresentação que fez da programação, destacou ainda a importância destas redes enquanto possibilidade de encontro entre programadores e criação de parcerias, e ainda promotora da troca de experiências de trabalho e a circulação de espectáculos e artistas por vários teatros. “Esta experiência permite-nos ainda estar atentos à forma como divulgamos e comunicamos as obras artísticas que apresentamos, na medida em que as escolhas da programação recaem naquilo que consideramos melhor contribuir para o desenvolvimento cultural do território.”

 

Dois grandes objectivos deste trimestre são, por uma lado, manter programação o nível de qualidade do Teatro Virgínia enquanto referência nacional, e por outro a continuidade na aposta no serviço educativo, procurando sensibilizar os mais jovens para a cultura e criando um novo público.

 

A surpresa de ver intérpretes que o público não está habituado a ver no palco é uma das sensações que alguns espectáculos deste primeiro trimestre irão provocar, nomeadamente através do grupo Dançando com a Diferença (22 de Janeiro) e com a Companhia Maior (26 de Março). Um espectáculo que são dois. Dois espectáculos de dança por dois coreógrafos portugueses de referência: Clara Andermatt com Levanta os Braços como Antenas para o Céu e Rui Horta com Beautiful People.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados