SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Terça-feira, 15 Junho 2021, 16:14

Novas Taxas aprovadas pela Assembleia Municipal

 

A reunião da Assembleia Municipal de quinta-feira, dia 28 de Outubro, foi o prolongamento da reunião realizada na segunda-feira anterior, dia 25, pois a escassez de tempo não permitiu a conclusão dos trabalhos. Nesta reunião, e após muita discussão, foram aprovadas as novas taxas e regulamentos com nove votos contra, vindos das bancadas da CDU, do Bloco de Esquerda e ainda de José Gil Serôdio, presidente da Junta da Meia Via.

 

Ramiro Silva, da CDU, classificou os aumentos como «escandalosos» pois há taxas «que irão subir 20%» o que para o deputado da CDU é «totalmente inaceitável». Aludindo às taxas aplicadas no cemitério, que também sofreram aumentos, Ramiro Silva ironizou, «Nem os mortos escapam» e acrescentou, «Mais vale dizer “Vai mas é morrer longe”».

 

António Gomes, do BE, questionou a disparidade de algumas taxas, apontado para o exemplo da ocupação da via pública, com taxas que vão de 250 a 2500 euros. Entende que o município deveria ter procurado um «maior equilíbrio».

 

Manuel Ligeiro, da CDU, aludiu aos aumentos de impostos que o Orçamento de Estado irão trazer a todos os portugueses para comentar «O Governo central diz “mata” e o local diz “esfola”».

 

António Nobre, do PSD, começou por dizer que entende que a cobrança de taxas é uma importante fonte de receita do município e reconhece a necessidade de o município gerar receita para fazer face aos milhões de euros que terá necessariamente de arranjar. Esse dinheiro será para aplicar nos projectos anunciados na semana anterior, com um investimento de 58 milhões de euros de fundos do QREN – Quadro de Referência Estratégica Nacional – onde a câmara terá de comparticipar com 6 milhões.

 

Pedro Ferreira, o vice-presidente da Câmara, explicou à assembleia que muitas das taxas em análise não eram mais do que desdobramentos e não taxas novas, como alguns deputados clamavam.

 

Luís Miguel Lopes

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados