SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 19 Junho 2021, 15:56

Cerimónia solene de abertura do ano lectivo do Choral Phydellius

 

No arranque de mais um ano lectivo, o Conservatório de Música do Choral Phydellius deu as boas vindas a todos os seus membros e associados numa sessão solene, no auditório da Biblioteca Gustavo Pinto Lopes, na passada sexta feira, dia 17.

 

Estiveram presentes, muitos professores e alunos, familiares e amigos e os representantes das escolas Manuel de Figueiredo e Maria lamas, escolas de referência para o ensino articulado de Música. Numa cerimónia onde não podia faltar a música, pôde ouvir-se o Ensemble de Alunos sob a Direcção musical do professor Miguel Gomes e o Coro Juvenil do Choral Phydellius dirigido pelo maestro João Branco.

 

 

Vítor Ferreira, Director Pedagógico do Conservatório de Música do Choral Phydellius, falou das actividades pedagógicas que esta instituição tem vindo a desenvolver ao longo dos anos.

 

O Choral Phydellius é já uma escola de referência na cidade e no país, com um historial de sucesso no panorama musical. Tem vindo a evoluir ao longo dos anos, tanto em número de alunos como das ofertas que proporciona a esses alunos. Cada vez mais o conservatório pretende fortalecer a sua ligação com a comunidade e a família. Tem vindo a manter parcerias e Protocolos Inter-associativos e institucionais com a Associação Filarmónica Montalvense, o Teatro Virgínia e as Piscinas Municipais Fernando Cunha e, para o ano (2010/2011), acordos / protocolos para descentralização da actividade lectiva com a A. F. Montalvense (Montalvo), a EB 2,3 Luís de Camões (Constância), a Escola EB 2,3 de Manuel de Figueiredo, a Escola EB/S Artur Gonçalves, a Escola Secundária Maria Lamas, as Piscinas Municipais de Torres Novas e o Rancho Folclórico de Torres Novas.

 

Este ano será dada continuidade ao Projecto Educativo ‘Semper Phydellius’ cujas linhas orientadoras são a “Identidade – Comunidade”, Música de Conjunto, Arco Formativo e Arte – Estética – Humanismo.

 

Oferece como regimes de frequência a iniciação musical, o ensino articulado (Básico e Secundário)-tendo como  Escolas de referência  a EB 2,3 Manuel de Figueiredo, a Escola Secundária Maria Lamas e a Escola EB 2,3 Luís de Camões, em Constância-, o ensino Supletivo (Básico e Secundário)  e Cursos Livres. Conta ainda com o projecto “AliBebé” (Música para Bebés dos 0 aos 4 anos).

 

Carla Morais

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados