SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 16 Junho 2021, 03:42

Os saldos chegam cada vez mais cedo

 

Mesmo para os mais distraídos, as montras forradas de cartazes a anunciar promoções dão bem nas vistas. Os saldos chegaram, bem mais cedo que o habitual, para satisfação dos clientes.

O período legal decorre entre 15 de Julho e 15 de Setembro, apesar de muitos logistas se terem antecipado comas chamadas promoções.

 

Tendo começado o período de saldos há-os para todas as bolsas, desde as reduções de 30 e 20 por cento até aos apetecíveis 70 por cento.

 

No entanto, na opinião de Vasco de Mello, presidente da União das Associações do Comércio e Serviços (UACS). as promoções mais ou menos agressivas que se prolongam durante todo o ano, fazem com que os saldos “percam algum peso na única altura do ano em que é permitido por lei escoar produtos e praticar a venda com prejuízo (quando um bem é comercializado por um preço inferior ao seu preço de compra efectivo). Não faço ideia de que tipo de saldos são estes. O mercado está uma grande confusão”.

 

Os elevados descontos oferecidos com a designação de promoções e que antecedem o período legal de saldos levam a uma “loucura que não é nada benéfica”, lamenta ainda, acrescentando que a sobrevivência do comércio está em risco. Cria-se a expectativa no consumidor de que o preço vai baixar continuamente, o que faz adiar a decisão de compra, defende Vasco Mello. Assim sendo, a  UACS pede mais fiscalização nesta área.

 

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados