SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sexta-feira, 25 Junho 2021, 08:27

Extensão de Saúde da Ribeira vai ser esvaziada

p1-saude_grd

 

Há já cerca de quatro anos que a freguesia da Ribeira ficou sem Médico. Na segunda-feira, dia 12, a Junta de Freguesia foi informada pelo Agrupamento de Centros de Saúde da Serra D´Aire que iriam retirar o material de consultório que lá se encontra. Ao saber desta novidade o Presidente da Junta, Sérgio Formiga, comentou-a dizendo que era «uma triste notícia».

 

A Junta de Freguesia da Ribeira convocou para a próxima terça-feira, dia 20, pelas 21h, uma Assembleia de Freguesia Extraordinária para informar os membros da Assembleia de Freguesia e a população. A Junta não pode fazer nada neste momento, até porque o material pertence ao ACES da Serra D´Aire.

 

Pedro Marques, o Director do ACES da Serra D´Aire, instado a comentar esta notícia confirmou a decisão e acrescentou, «Seria um acto de má gestão ter lá o material, pois está a fazer falta noutro lado». Sobre a colocação de um Médico na Ribeira disse ainda, «Quando houver médicos iremos colocar lá um. Por enquanto, como toda a gente sabe, não há médicos». Pedro Marques contou ainda a “O Almonda” que já havia conversado com o Presidente de Junta, e que este até lhe havia pedido que facultasse algum do material para o Centro de Dia, tendo-lhe dito que iria verificar se seria possível lá deixar ficar algum do material pretendido.

 

Também a Comissão de Utentes de Saúde do Médio Tejo já se pronunciou sobre este desenvolvimento através de um comunicado que fez chegar à nossa redacção. Diz a CUSMT que agora «a população local, depois de lhe terem também retirado o serviço de enfermagem está agora a ser confrontada com mais uma tentativa de lhe cortarem as esperanças de voltarem a ter cuidados de saúde de proximidade». Pergunta ainda a Comissão de Utentes, «Será que amanhã vêm dizer que não faz sentido colocar profissionais de saúde porque nem sequer há mobiliário ou equipamentos?». Lembra ainda que com as populações das freguesias da Ribeira e da Meia Via, e em breve também as do Pedrógão e da Olaia, são já quatro as freguesias sem cuidados de saúde de proximidade. Entendem que a trilhar-se este caminho se está a «agravar, para milhares de cidadãos, os índices de qualidade de vida».

 

Luís Miguel Lopes

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados