SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Domingo, 13 Junho 2021, 07:17

Testemunho de Fé e de Evangelização

primeira_2_abril_grd

 

Domingo, 28 de Março, o sol brilhava e convidava à participação na Procissão dos Ramos, com que se iniciam as celebrações da Semana Santa, que antecede a grande festa da Igreja, a Páscoa, a Ressurreição do Senhor.

 

O ponto de encontro teve lugar na Igreja de Santiago. À frente as lanternas e a cruz, imediatamente seguidas das crianças da catequese que seguravam em palmas e ramos de oliveira. Jovens vestidos ao rigor da época seguiam atrás do “jumento que transportava Jesus” se quisermos usar a linguagem bíblica, aquando da sua entrada em Jerusalém, onde foi aclamado com ramos de oliveira e de palmas. Assim estava criado o cenário com base nos relatos evangélicos. O cortejo de fiéis iam caminhando e interiorizando desta forma estes episódios que antecedem a Paixão de Cristo, numa semana que a Igreja vive com maior profundidade o mistério da Salvação de Cristo pelos homens.

 

Chegado à Praça, alguns curiosos observavam, outros juntavam-se à procissão. Chegada à Igreja de Santiago, aí foi celebrada a Eucaristia. Aqui, mais uma vez o grupo de jovens interviu de forma activa na proclamação do Evangelho, todo ele encenado por eles, desde a última ceia até à morte de Jesus na cruz.

 

Com a igreja completamente cheia, o Padre Carlos Ramos apelou neste tempo em particular ao perdão e a uma vivência mais íntima com o Senhor. Uma relação com Deus que não se resuma aos momentos em que precisamos de ajuda. E salientou ainda a necessidade do sacramento da Reconciliação. Um sacramento que convida ao arrependimento, ao propósito de

emenda, de forma a que se possam traçar novos caminhos e celebrar a Vida Nova que Jesus nos traz passando da morte à Vida.

 

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados