SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sexta-feira, 18 Junho 2021, 10:40

“As Mulheres na República” um debate promovido pelo BE

 

Na noite de sexta-feira, 5 de Março, realizou-se na sede do Bloco de Esquerda, aquilo a que Lia Ribeiro, uma das conferencistas, chamou de “tertúlia sobre a Mulher e a República”. O tema em reflexão era precisamente “As mulheres na República”, numa alusão ao centenário da República e ao centenário do Dia Internacional da Mulher, celebrado a 8 de Março.

 

Lia Ribeiro, professora de história e Helena Pinto, Deputada na Assembleia da Republica na bancada do Bloco de Esquerda, apresentaram o tema que foi no final discutido entre as oradoras e os presentes.

 

Abriu esta reflexão, Lia Ribeiro que apresentou de forma minuciosa a realidade vivida pelas mulheres portuguesas nas vésperas da República.

 

A situação da mulher portuguesa em pleno século XIX, era precária. Só o marido exercia o poder, tendo autoridade para maltratar a mulher, que lhe devia obediência.

 

A taxa de analfabetismo era grande na altura, mas com ainda grande diferença no que se refere à mulher. O acesso ao ensino e à cultura era limitadíssimo.

 

No início do século XX, 80% da população portuguesa trabalhava na agricultura. A mulher, apesar de trabalhar nas mesmas circunstâncias do homem, ganhava metade do valor do vencimento do homem, e nem tão pouco poderia dispor do seu próprio dinheiro.

 

“A mulher era um ser subalterno, uma coisa que se possui, que se espanca e que se utiliza”, citava Lia Ribeiro um autor que assim falava da situação da mulher.

 

Maria Lamas diria um dia que a mulher era afinal “uma alfaia doméstica ao serviço do homem”.

Perante este cenário começam a levantar-se os protestos femininos corroborados pelas ideias dos movimentos feministas, ideias essas que circularam em grupos de reflexão constituídos por algumas mulheres instruídas.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados