SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 16 Junho 2021, 03:28

Escultor José Coelho integra exposição colectiva em Tomar

 

O escultor riachense José Coelho viu uma das suas peças integrar a colecção de arte contemporânea do tomarense José-Agusto França, que irá ser exposta na Galeria dos Paços do Concelho, em Tomar até Março deste ano.

 

Para José Coelho é «uma honra» integrar a colecção de Augusto França, pois significa que o trabalho está a ser reconhecido pelos «grandes mestres» da arte em Portugal, considerando que essa presença é para ele «um prémio» e «um momento histórico», pois significa que foi eleito por alguém que é «uma lenda viva da nossa história d´arte», já que o coleccionador foi um dos fundadores do movimento surrealista em Portugal. Por isso, diz José Coelho, fazer parte desse lote significa que o seu trabalho não deixa alguém indiferente como é Augusto França, o que é «uma honra muito grande». Ainda ofegante com o sucedido explicou a “O Almonda” o motivo da sua excitação, «Estas coisas normalmente não acontecem em vida. Para mim, que vim do nada, e que andou sempre a estudar à noite, é algo de extraordinário».

 

José Coelho fez questão de referir o seu “mestre”, Martins Correia, que o apoiou no início da sua carreira artística, e sempre o incentivou a continuar.

 

A peça escultórica de José Coelho vai estar na Galeria dos Paços do Concelho, em Tomar, que realiza exposições individuais e colectivas, desde 2000, de obras dos artistas representados na Colecção José-Agusto França, cujo o programa é definido pelo Núcleo de Arte Contemporânea e que conta com o apoio da Sociedade Nacional de Belas Artes.

 

Luís Miguel Lopes

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados