SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Terça-feira, 15 Junho 2021, 16:59

Ruy de Carvalho veio ao Natal do Hospital

 

Realizou-se na tarde de sábado dia 12 de Dezembro o Natal do Centro Hospitalar do Médio Tejo, que este ano teve lugar na unidade do Hospital Rainha Santa Isabel de Torres Novas.

 

A tarde foi repleta de animação e convidados especiais que deram outro brilho e outra alegria ao átrio da entrada principal do hospital. O Grupo de Dança das Escolas EB1 e da Escola D. Maria II foram os primeiros a abrir a festa, seguido da ternura do coro do Jardim Escola João de Deus.  Um grupo de alunas da Escola de Dança “O Corpo da Dança”, sob a direcção de Marta Tomé dançaram e encantaram os presentes, ao qual se seguiu a música pelas vozes dos três primeiros classificados no Festival da Canção do CRIT de 2009. Um dos pontos altos da tarde foi a presença bem disposta do actor Ruy de Carvalho que veio conversar sobre Teatro. E a fechar a tarde, a actuação do Rancho  Folclórico do Pego e Escolinha.

 

Desde há três anos para cá que o Centro Hospitalar do Médio Tejo resolveu fazer a festa conjunta e Natal das três unidades hospitalares que integram esteCentro,(Tomar, Abrantes e Torres Novas), tendo este ano pela primeira vez, se realizado a festa no dia de sábado.  Foi uma tarde diferente para quem visitou o hospital neste dia, e onde não faltou a presença tradicional do Pai Natal que veio distribuir presentes pelos filhos dos funcionários do Centro Hospitalar.

 

O actor Ruy de Carvalho falou a O Almonda e confessou-se emocionado “quando as crianças me perguntaram várias curiosidades suas acerca da minha vida. Foi muito bom. Emocionei-mebastante comaquelasperguntas vindas de crianças tão pequeninas.” Disse o actor que confessa ter um gosto particular pela cidade de Torres Novas onde vem com alguma frequência.

 

“Deixaresperança àqueles que estão doentes, porque afinal o Natal é todos os dias, deixando-lhes tambémamensagem d’Aquele a quem dedicamos o Natal que é o Menino Jesus e que também nosajudamoralmente para que a doença desapareça. Eu também já estive doente e há que nunca perder a esperança!” Concluiu Ruy de Carvalho.

 

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados