SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 16 Junho 2021, 12:57

Victor Biscaia eleito Provedor da Misericórdia

 

Na sexta-feira, dia 4, decorreu o acto eleitoral que ditou a eleição de Victor Manuel Cravo  Biscaia para Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Torres Novas. Tem 47 anos, é economista e administrador da “Districentro”, empresa sediada em Torres Novas.

 

 

Victor Biscaia já era Irmão da Misericórdia e foi com surpresa que recebeu o convite endereçado pelo Pe. Carlos Ramos e pelo Presidente do Definitório da Misericórdia, o Sr. Josué Patornilho. O Provedor cessante, Carlos Faria, não se recandidatou ao cargo por razões de saúde, obrigando a Misericórdia a encontrar outra pessoa que assumisse o cargo de Provedor.

 

O recém-eleito Provedor, em declarações a “O Almonda”, deu conta de sentir que herdou «uma grande responsabilidade», dizendo que tem noção do peso da instituição em Torres Novas, ainda mais, sublinhou, numa altura em que a crise económica e financeira que vivemos, na sua opinião, a maior desde os anos 30, tem por força dos reflexos sociais da mesma, repercussões directas sobre Instituições com o cariz da Santa Casa da Misericórdia.

 

Victor Biscaia disse a “O Almonda” que assume o cargo com o «espírito de missão». Em termos de Actividade Estratégica, escusou-se a entrar em pormenor, por pretender fazê-lo em primeira mão com os seus pares da Mesa Administrativa, referindo todavia, que existe um Plano de Actividades e uma Conta de Exploração Previsional para 2010 herdados da anterior gestão e aprovados em Assembleia do Definitório a 27 de Novembro passado, que deverão, tanto quanto possível, serem cumpridos. Em simultâneo, deverá ser necessário tomar conhecimento dos dossiers existentes e inteirar-se de toda a organização . Assim, para este primeiro ano, “a Gestão por Prioridades” ao mesmo tempo que promete «o maior rigor possível» poderá ser uma alternativa necessária à “Gestão por Objectivos” que defende, enquanto método de trabalho.

Luís Miguel Lopes

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados