SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Segunda-feira, 21 Junho 2021, 22:24

Notícias da Gripe A sem alarmismos em Torres Novas

 

Notícias relacionadas com a Gripe A – “epidemia da gripe humana A (H1N1), fazem o ponto da situação na abertura dos serviços noticiosos e fazem capa de jornais. O Almonda foi conhecer junto dos torrejanos as suas preocupações (ou não) acerca desta situação que está a preocupar o mundo.

 

Na terça-feira à tarde, hora de fecho desta edição, a LUSA adiantava os seguintes dados relativos à Gripe A: “epidemia da gripe humana A (H1N1) que já atingiu 23 países, com o México, os Estados Unidos e o Canadá a terem mais casos de infecções: A Organização Mundial de Saúde (OMS) confirma 1.419 casos da nova gripe humana de origem suína no mundo, dos quais 30 mortais;”

 

Apesar das notícias não serem boas, os torrejanos continuam aparentemente tranquilos na esperança de que Portugal permaneça imune à Gripe A. O Almonda esteve ainda nas Farmácias Higiene e Central para fazer um ponto da situação na perspectiva de quem ouve e responde a possíveis dúvidas e preocupações, passando ainda por dois talhos da cidade, procurando saber até que ponto as pessoas relacionam o nome da doença com o consumo de carne.

 

 

A passagem pelas nossas farmácias faz-se sem grandes alarmismos, contudo, o Tamiflu, medicamento indicado nesta situação (sem comparticipação, custa cerca de 25 euros, e cuja venda exige receita médica), lá vai sendo procurado, sobretudo por quem pensa viajar, tal como nos explicou Luís Carlos Lemos Correia, na Farmácia Central: “Sim, já apareceram algumas pessoas a procurar o medicamento, mas nada de alarmante. Ainda não estão muito ansiosas mas já apareceram pessoas a querer comprar o medicamento, principalmente, as que vão viajar.” Na Farmácia Higiene a Dr.ª Maria Gabriela Silva Rosa contou que “Hoje uma senhora perguntou-me como poderia adquirir o Tamiflu. As pessoas começam a ficar preocupadas, mas ainda não começou a corrida ao medicamento. Conversam e brincam de certa forma com a situação.”

 

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados