SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 19 Junho 2021, 08:02

“Quando a necessidade aguça o engenho”

A habilidade e o engenho aliadas a uma boa dose de criatividade fazem nascer peças que chamam a atenção quer pela sua diversidade quer pela singularidade. Algumas são mesmo peças únicas. Ora porque o desemprego bateu à porta, ora porque as condições de trabalho se alteraram, a necessidade aguçou o engenho e assim se dá asas à imaginação.

Carolina Sousa, reside em Vargos e tem três filhas, tendo a mais velha seis anos de idade. Todas meninas, começou por fazer ganchinhos com lacinhos e colares para as pequenas. Depressa, as mães amigas e conhecidas começaram a fazer encomendas para as suas crianças.

Assim percebi que gostava muito de fazer bijuteria para senhoras e crianças. Desde colares, a pulseiras, pochets de cerimónia, entre outras.

Depois fiquei desempregada em março e decidi levar esta área mais a sério. Comecei a fazer feiras e a produzir em quantidade, tentando ir ao maior número de feiras possível. E tem estado a correr muito bem”, explicou Carolina ao nosso jornal.

Vai buscar a inspiração à sua formação profissional, na área do turismo e “nas pessoas que vou conhecendo”.

Começo sempre pela conjugação das cores e das texturas e dos próprios materiais, tentando não cair muito em repetições e tendo sempre em conta o que já foi feito, de modo a criar peças novas. Tento sempre fazer peças diferente”, disse ainda a jovem mãe.

Carolina cria todas as semanas coleções diferentes.

Para cada feira faço por levar novidades. Não podemos estar à espera que as pessoas venham nos procurar, temos de ser nós a ir ao encontro dos clientes, daí a minha aposta nas feiras, no distrito de Santarém ou nos vizinhos. Tenho de ter sempre a preocupação de ter coisas novas, novidades para chamar a atenção do cliente, e vai-se conseguindo.

Estou numa área onde se tem muita concorrência, por isso tenho de apostar na inovação e na diferença”, concluiu Carolina.

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados