SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Terça-feira, 22 Junho 2021, 08:07

“Adultos à força” em debate na Biblioteca Municipal

p1_pap_grd

“Qualquer criança pode ser vítima de abuso sexual, mas uma criança muito amada terá melhores hipóteses de fuga a esta situação”

No âmbito da PAP do aluno João Fróis, do 3.º ano do curso de Animador Sociocultural, na Escola Profissional de Torres Novas, realizou-se na tarde do dia 9 de março, no auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, uma palestra-debate sobre abuso sexual e pedofilia, “Adultos à força”, tendo por orador o Professor Adelino Antunes.

“A violência tem sempre por objetivo atos de natureza sexual exercidos por adultos sobre crianças tipificados na lei como crime. Por seu lado, a pedofilia, é um conceito da área da psiquiatria que define uma perturbação que se insere no grupo das parafilias. Implica a perturbação mental do individuo e implica a presença de fantasias imaginárias, sexualmente excitantes ou de outros comportamentos repetitivos e intensos durante um período de pelo menos seis meses, implicando uma atividade sexual com uma criança”, começou por dizer o especialista nestas matérias.

Todas as outras pessoas que não sofrem desta compulsividade, são considerados predadores, que abusam das crianças por prazer ou por dinheiro, e na verdade a maioria dos abusos sexuais são praticados por predadores e não por pedófilos.

Segundo explicou o professor Adelino Antunes, também na maioria dos casos, os abusos sexuais acontecem no ambiente familiar das crianças, e são praticados pelos pais, ou seja pelo pai ou pela mãe, ou ainda pessoas que convivam de perto com a família.

Os abusos também podem acontecer em contextos exteriores. Na proximidade de escolas ou jardins de infância por exemplo.

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados