SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quinta-feira, 17 Junho 2021, 01:08

Greve dos trabalhadores das cantinas escolares de Torres Novas

p1-greve_grd

Os trabalhadores das cantinas escolares de Torres Novas estiveram em greve na última terça-feira, dia 11 de março. Uma greve feita pela defesa do pagamento de salários em atraso e melhores condições de trabalho.

Para evitar que os alunos de todas as escolas do concelho ficassem sem almoço, a Câmara Municipal forneceu uma refeição ligeira nas escolas dos dois mega agrupamentos Gil Paes eArtur Gonçalves.

O Sindicato que representa os trabalhadores da concessionária do serviço de refeições escolares ao município de Torres Novas regozijou-se com uma adesão de 100 % à greve que reclama melhores condições de trabalho e salários sem atrasos.

“A greve é de 100%”, disse António Barbosa, do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Sul, tendo acrescentado que os refeitórios.

António Barbosa confirmou que as aulas decorreram normalmente em Torres Novas, apesar da greve nas cantinas, e criticou a autarquia “por se substituir aos trabalhadores em greve”. “Estão aqui perto de sessenta trabalhadores, sendo que nenhum refeitório dos Agrupamentos Artur Gonçalves e Gil Paes estão a trabalhar.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados