SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 19 Junho 2021, 08:17

Emídio Martins homenageado por familiares e amigos

A Alcaidaria do Castelo, em Torres Novas encheu-se de familiares e amigos de Emídio Martins, que assinalou o seu 75.º aniversário no último sábado, dia 1 de março.

Mais de 100 pessoas marcaram presença nesta festa de homenagem a este homem nas palavras da família, “comprometido no combate por uma Igreja Católica mais fraterna e por um povo mais livre. Emídio é um histórico dos movimentos operários da Ação Católica das décadas de sessenta a finais do século XX, fazendo um longo percurso de mais de cinquenta anos de militância”

O percurso de vida de Emídio Martins foi apresentado durante esta tarde de festa, num documentário que deu a conhecer a sua caminhada profissional, familiar e sindical.

Emídio Martins começou a trabalhar aos 13 anos de idade. Com 16 anos, em 1955, integrou o Grupo JOC (Juventude Operária Católica) de Torres Novas, sindicalizando-se aos 18 anos e entrando na Liga Operária Católica com 25 anos, após se casar com Maria Hermínia, outra conhecida militante dos meios católicos.

Em maio de 1973 é convidado a integrar a Equipa Permanente da LOC como Secretário Nacional do movimento e parte para Lisboa com toda a família.

Em 1974, já em liberdade, o Conselho Nacional de Junho decide a fusão da LOC masculina com a feminina sendo a direção do agora Movimento unificado partilhada pelo Emídio, como Secretário Nacional e pela Natividade Cardoso, como Presidente.

O mandato do Emídio decorreu de 1974 a 1980 atravessando todo um período de grandes transformações no nosso país com a Revolução dos Cravos.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados