SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Segunda-feira, 14 Junho 2021, 00:50

Entrevista ao Padre Tozé: “Estou de braços abertos”

O Padre António José Antunes, Padre Tozé como é carinhosamente conhecido, é o novo pároco “in solidum” com o Padre Pedro Marques. Foi apresentado oficialmente às comunidades de Torres Novas no último domingo, dia 28 de setembro, depois de ter estado há anos atrás na Paróquia da Olaia e mais recentemente na Zona Pastoral do Cartaxo.

Apesar de se assumir como um homem de poucas palavras, preferindo escutar, aceitou falar a O Almonda numa entrevista onde se dá a conhecer um pouco melhor e fala dos desafios que se colocam à nossa Diocese.

Jornal O Almonda: Quem é o Padre Tozé?

Padre Tozé: Eu sou natural da freguesia da Serra de Tomar, mais concretamente de um lugar chamado Carvalhal. Uma das diversas aldeias que fazem parte da freguesia da Serra. Nasci a 17 de julho de 1966 e tenho, portanto, 47 anos. Fui ordenado Presbítero, para a diocese de Santarém a 21 de junho de 1992, por D. António Francisco, o primeiro bispo da nossa diocese. Neste momento, tenho 21 anos de sacerdócio, sempre ao serviço da nossa diocese.

JOA:  Podemos saber como nasceu a sua vocação ao sacerdócio?

Padre Tozé: Ainda era muito jovem. Quando tinha acabado a telescola, o atual sexto ano, conheci um jovem da minha terra, que era seminarista no seminário da Sociedade Missionária, e que agora chama-se seminário da Boa Nova. Aquilo que ele contava sobre o seminário entusiasmou-me. Por coincidência, o meu pároco, também, no confessionário, falou-me se não queria ingressar no seminário.

Falei com os meus pais e eles apoiaram-me plenamente. Mas na altura, ignorava o que distinguia um seminário diocesano de um seminário de cariz missionário. Embora, entrasse para um seminário diocesano, sentia mais o desejo de ir para um país de missão.

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados