SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 19 Junho 2021, 16:51

O arquiteto eco-agro-apicultor

p1_casal_grd

Casal de brasileiros muda-se para Alcorochel para projeto de apicultura ecológico

Denis Hickel, brasileiro, vivia em Porto Alegre, no Brasil, onde conheceu a mulher, Juliana Moojeen. Um ano depois de estarem casados iniciaram uma aventura que os traria a Portugal em 2005. Por cá ao fim de cinco dias conseguiu emprego na sua área, em arquitetura. Depois, estando a trabalhar, foi mais fácil conhecer mais arquitetos, o que lhes valeu mais trabalho. À época a economia ainda não dava sinais dos males de que hoje padece, o que só se viria a notar por volta de 2008. Até então tinha uma vida confortável, sem grandes preocupações. Mas depois houve um acontecimento que lhe mudou a vida. O nascimento do primeiro filho. Foi por essa altura que ganhou preocupações que até então não tinham grande importância, ou pelo menos, não se manifestavam com tanta força. Começou a pensar no futuro e na sustentabilidade do planeta, somando preocupações ecológicas cada vez mais arreigadas. Decidiu fazer o doutoramento em Portugal, na Universidade Técnica, juntando as suas duas grandes paixões, a ecologia e o design. A tese foi começando a nascer e, ao mesmo tempo, foi absorvendo e bebendo informações de todos os cantos do planeta, conduzindo a sua investigação para as áreas que domina, a sustentabilidade e o design.

Uns amigos falaram-lhe um dia de um terreno em Alcorochel e o casal foi vê-lo. Gostaram do terreno e das redondezas e, quando a sua bolsa de estudo foi aprovada, resolveram alugar o apartamento que possuíam em Lisboa e mudaram-se para Alcorochel.

Desde essa altura que se iniciou um novo processo de aprendizagem, tanto no campo da agricultura e da ecologia, como no campo do relacionamento com as pessoas. Contam que foi muito fácil integrarem-se na comunidade e que as pessoas são muito simpáticas, explicando que, apenas em dois anos, já fizeram amizades mais sólidas por cá do que em cinco anos em Lisboa.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados