SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 12 Junho 2021, 13:34

Turrisespaços fez abertura oficial do Centro de BTT Cabeço das Pias

O Cabeço das Pias, em pleno parque da Serra D’Aire e Candeeiros no concelho de Torres Novas, já tem um centro de BTT para todos os amantes desta modalidade, que abriu oficialmente ao público no domingo, dia 23 de junho.

Gerido pela Turriespaços, este centro coloca à disposição dos praticantes 10 percursos diferentes marcados por GPS, de dificuldade fácil, moderada e elevada, uma oficina para reparação das bicicletas, zona de lavagem e uma unidade de alojamento para grupos superiores a 10 elementos.

No total, os percursos, marcados a GPS por questões ecológics, somam cerca de 360 quilómetros num lugar de grande beleza natural.

A apresentação e lançamento deste espaço aconteceu pelas 9 horas, na presença de cerca de 30 participantes. Estiveram ainda presentes elementos da empresa municipal, como o Presidente da Turrisespaços, Pedro Ferreira e a vogal executiva, Stela Rato.

Numa primeira parte, falou-se do Centro, apresentaram-se os percursos disponíveis e suas características, fez-se um reconhecimento do espaço e das instalações e serviços disponíveis.

Diferenciando-se dos outros centros de BTT em Portugal, o Cabeço das Pias apresenta os seus percursos marcados em GPS, devido a fatores ecológicos e, neste local, os betetista têm ainda à sua disponibilidade uma oficina para pequenas reparações, um local para lavagem de bicicletas e uma estrutura de apoio com alojamento, para grupos superiores a 10 elementos.

Pedro Ferreira falou do historial do CIGA – Centro de Interpretação das Grutas do Almonda, ali construído por se encontrar a poucos metros de uma das entradas para a “segunda maior gruta de Portugal, pelo que o objetivo científico e espeleológico de relevante interesse mundial, iremos manter e desenvolver”, afirmou.

“Atendendo à beleza natural da Serra d’Aire no nosso concelho e aos trilhos utilizados para passeios pedestres, BTT, etc., fomos promovendo ao longo dos últimos anos em especial, iniciativas ligadas ao contacto com o meio natural, neste caso a prática de BTT que está em crescendo por toda a região. Como a adesão foi grande, adaptámos uma parte das instalações do CIGA segundo as recomendações técnicas para um Centro de BTT, como informação dos percursos de maior ou menor dificuldade com GPS, balneários para os praticantes, espaço de lavagens para as bicicletas, etc. Finalmente melhorámos o serviço de quartos e o espaço para convívios quer no exterior quer no interior do edifício”, disse ainda o responsável.

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados