SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 23 Junho 2021, 11:57

CIM do Médio Tejo discorda do futuro processo de eleição

Alinhando com a posição da Associação Nacional de Municípios a CIM do Médio Tejo, presidida pelo Presidente da Câmara de Torres Novas, António Rodrigues, veio a terreiro discordar da nova forma de eleição das CIM (Comunidade Intermunicipais).

Recorde-se que em Dezembro, o vice-presidente da Associação Nacional dos Municípios Portugueses (ANMP) classificou o novo modelo de governação das comunidades intermunicipais (CIM) proposto pelo Governo como uma «aberração», que «desvirtuará o funcionamento democrático» daqueles órgãos.

Explicou então à agência Lusa que a proposta do Governo «transforma os executivos máximos de cada município, que são os presidentes de Câmara, em membros de um conselho consultivo apenas com poderes deliberativos», afirmou Rui Solheiro.

Reclamou que o que se está a propor é «transformar ‘não autarcas’ num órgão executivo com responsabilidade de gerir politicamente as CIM», tendo muito menos legitimidade democrática.

LML com Lusa

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados