SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Domingo, 13 Junho 2021, 23:40

Tribuna Pública da CDU

Integrado nas Jornadas Autárquicas que a CDU tem vindo a realizar, na sexta-feira, dia 28, a coligação realizou uma “tribuna pública”, designação que serve de tema às jornadas que de realizam até ao dia 11 de Novembro. A concentração começou quando pouco passava das 18 horas, na avenida Sá Carneiro, junto à escola Artur Gonçalves. O protesto teve por base de discussão a extinção de freguesias, o encerramento de extensões de saúde, os aumentos de serviços públicos como as taxas moderadoras, água, luz, e ai.”, lê-se num comunicado da CDU.

Perto de meia centena de pessoas marcaram presença neste final de tarde na manifestação.

Manuel José, dirigente da Comissão de Utentes de Saúde do Médio Tejo abriu o debate, marcando uma posição de defesa da saúde do Médio Tejo.

“Não é só a unidade hospitalar de Torres Novas que está em causa. São os cuidados hospitalares do Médio Tejo. Lidamos com pessoas, inclusive a administração do Centro Hospitalar, autarcas e responsáveis governamentais que olham para as questões da saúde, não como uma questão das pessoas viverem ou não, mas pura e simplesmente como se tratasse de uma caixa registadora de qualquer mercearia, têm ou não têm dinheiro. O desenvolvimento económico e social desta região não lhes interessa. Felizmente que as populações e muitos activistas têm tido a consciência de que a saúde é o bem mais importante do ser humano. Relativamente às questões da saúde não deveria haver poupanças”, afirmou o dirigente.

“A informação que temos é que a pediatria de Torres Novas e Tomar vai ser concentrada em Abrantes”, alertou.

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados