SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Segunda-feira, 14 Junho 2021, 15:31

CDU: Dez medidas para quatro anos e quatro medidas para já

 

A CDU de Torres Novas apresentou na quinta-feira, dia 24, dez medidas para o futuro do concelho e quatro medidas de aplicação imediata, sintetizando o que a CDU propõe para os próximos quatro anos de mandato autárquico.

 

Coube ao candidato à Câmara Municipal, Carlos Tomé, apresentar de forma sucinta o programa eleitoral, começando logo por dizer que é naquele tipo de documento que se percebe «o que cada organização política pretende ao concorrer às autarquias». Nesse pensamento estava implícito o reparo de que há forças políticas que em anos anteriores não apresentaram programa e que este ano também não o fizeram ainda, como acontece com o PS de António Rodrigues.

 

As dez medidas visam que seja conseguido «um concelho melhor para todos», como pretende o slogan da CDU. A iniciativa para a apresentação do programa, alertou ainda Carlos Tomé, deve ser considerada «em oposição ao que o executivo de António Rodrigues anda a fazer, com as suas inaugurações e lançamentos de primeira-pedra», tendo contabilizado, «Em oito dias houve sete iniciativas do género: Logistik Park (um coelho tirado da cartola), envolvente do castelo, campos de ténis, Centro de Acolhimento Temporário, Centros Escolares (Riachos e Meia Via) e Paços do Concelho», e continuou, «Interessa reparar nesta azáfama, pois o PS tem pressa de mostrar alguma coisa às pessoas». E Tomé continuou denunciando que «as obras dos Centros Escolares de Riachos e dos Paços do Concelho nem sequer começaram como estava previsto».

 

Dez medidas para o concelho e quatro de aplicação imediata

 

A CDU propõe à cabeça o investimento no saneamento básico, passando depois para o aumento do investimento municipal nas freguesias rurais, criar condições para instalação de empresas não poluidoras, recuperar e revitalizar o Centro Histórico, defender um melhor funcionamento dos Centros de Saúde, criar uma Casa da Juventude, aumentar os apoios ao movimento associativo, transformar o rio Almonda «no rio do nosso orgulho», melhorar a mobilidade e o acesso a todas as localidades do concelho, e por fim, promover o projecto “Torres Novas – Concelho Digital”, visando o acesso livre e gratuito à internet.

 

Luís Miguel Lopes

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados