SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Segunda-feira, 14 Junho 2021, 18:50

Temática do Desporto analisada pelo PSD de Torres Novas

 

Dando continuidade aos Seminários Temáticos que o PSD tem andado a promover, realizou-se na segunda-feira, dia 22, mais uma iniciativa deste cariz, tendo por temática o Desporto. Foram convidados para participar nos trabalhos como oradores o Treinador de Futebol Fernando Cunha, o Presidente da Liga de Futebol, Hermínio Loureiro, e o jornalista Ribeiro Cristóvão.

 

Formação Desportiva e Humana

 

Na abertura dos trabalhos o Presidente da Concelhia do PSD, João Sarmento, apresentou rapidamente Fernando Cunha a quem passou a palavra. O treinador de futebol veio a Torres Novas apresentar as suas ideias de formação desportiva, que apontam para a formação do ser humano antes dos resultados desportivos, principalmente nas camadas de formação. Criticou o momento actual «em que não se olha a meios para obter as vitórias», bem como o modelo de treino, que considera demasiado tecnicista, pois entende que deve ser dado espaço aos jovens para explorar a criatividade, bem como para desenvolver a sua auto-estima.

 

Como a temática, naquele momento, versava sobre futebol, e só futebol, a Dra. Ana Marta, uma conhecida militante do PSD de Torres Novas, defendeu que o papel da autarquia, pois era também isso o que deveria ali ser discutido, devia ser o de cuidar para que houvesse equipamentos e pessoal qualificado para que fosse possível a prática do desporto amador, acrescentando, «tudo o que passe disso é ultrapassar o papel da autarquia».

 

Desporto com Plano

 

Mais tarde foi a vez de Hermínio Loureiro dizer que as autarquias devem ter um Plano Estratégico Concelhio, começando por fazer um levantamento das necessidades. O dirigente reconheceu que no plano das infra-estruturas desportivas o país «deu um salto» com os apoios do QREN, mas as opções, «nem sempre foram as mais acertadas», pois «houve investimentos que se fizeram onde não há participantes, faltando equipamentos em outros sítios». Incisivo, considerou «criminoso que haja infra-estruturas desportivas fechadas», principalmente por Portugal ter um dos mais baixos índices da prática desportiva, quando «a prática desportiva é o investimento mais barato na saúde pública».

 

Luís Miguel Lopes

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados