SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Terça-feira, 15 Junho 2021, 20:30

«O Parque do Alvorão era um local ideal para uma piscina de Verão»

Pedro Morte, Presidente de Junta da União de Freguesias de Santa Maria, Salvador e Santiago, “transitou” (ganhando as eleições) do antigo modelo para o novo. Em conversa com “O Almonda” recordou que a lei foi imposta pelo Governo, entendendo que a agregação de freguesias «deveria ter sido feita de baixo para cima», ou seja, a partir da vontade das populações. Na prática o que resultou da agregação foi a junção de três freguesias, mas o processo que resultou na sua união «não foi o melhor». Ainda assim candidatou-se porque tinha «vontade de ajudar a providenciar melhor qualidade de vida às pessoas». Desde que assumiu a presidências das três freguesias agora unidas diz não ter sentido «qualquer má-vontade» ou algo que «corresse menos bem» e até houve uma freguesia que viu melhorada a sua capacidade de intervenção, a de Santiago. O executivo da Junta de Freguesia atende o público à 1ª e 3ª quinta-feira de cada mês, às 19h.

Essa melhor capacidade é visível na limpeza de estradas e arruamentos, na limpeza dos parques infantis e no melhoramento das vias rodoviárias, como poderão testemunhar os habitantes de Casal Sentista, Pintainhos e Carreiro D´Areia. O mesmo acontece para as localidades de Gateiras de Santo António e de Casais Sebes.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados