SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Domingo, 13 Junho 2021, 14:35

Sexta d’Ideias debateu “Educação para tempo incerto”

O auditório da Banda Operária Torrejana foi o local escolhido para a realização por parte do Bloco de Esquerda de Torres Novas, de mais um Sexta D’Ideias, que contou com algumas dezenas de participantes que intervieram ativamente num debate em torno do tema “Educação para tempo incerto”.

Graça Martins moderou o debate que teve por oradores convidados o Deputado Luís Fazenda e o Professor de História Fernando Coelho.

O professor Fernando Coelho começou por falar da sua experiência de docente e de que forma se encantou pela sua profissão.

“Sou professor por opção. Tenho a sorte de fazer aquilo que sempre quis”, afirmou, dizendo que em parte o deve graças a terem passado pela sua vida, professores que o marcaram “muito positivamente”.

“Vejo a educação como uma relação de forma a haver proximidade com os alunos, estabelecendo com eles um diálogo”, afirmou o professor.

As praxes académicas, um tema que tem aberto tantos noticiários, foram aqui abordadas, e classificadas como “brincadeiras inadmissíveis, chegando-se em certas ocasiões a um triunfo da mediocridade”.

O Deputado Luís Fazenda começou por caracterizar a escola, como “um elemento de progresso, um símbolo de avanço, para além de ser um local de conhecimento. Mas para além de aprender, convém perceber que o que envolve a vida de uma comunidade educativa é a cidadania, a igualdade entre as pessoas, é o valor da liberdade de expressão”.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados