SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 19 Junho 2021, 20:28

Bloco de Esquerda quis “Quebrar o Silêncio”

No rescaldo do Dia Internacional para a Eliminação de Todas as Formas de Violência Contra as Mulheres, assinalado a 25 de novembro, o Observatório de Mulheres Assassinadas (OMA) da UMAR revela que entre janeiro e 20 de novembro de 2013 foram mortas 33 mulheres, vítimas de violência doméstica e houve 32 tentativas de homicídio. A maior parte dos episódios (73%) foram vítimas dos seus atuais ou ex-companheiros.

Este foi o tema em torno do qual surgiu o debate em mais um Sexta D’Ideias organizado pelo Bloco de Esquerda, na noite do dia 22, no Estúdio Alfa.

Apesar da noite estar fria e desagradável mais de duas dezenas de pessoas aceitaram o desafio do Bloco que convidou ao debate e à reflexão desta temática com três atividades todas elas realizadas na semana que passou.

“Quebrar o Silêncio” foi o nome dado a este conjunto de três atividades que tiveram início na quarta-feira, dia 20 de novembro com a visualização de um filme no Estúdio Alfa, “Dou-te os meus olhos” de Icíar Bollaín. Uma iniciativa realizada em colaboração com o CineClube de Torres Novas.

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados