SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Segunda-feira, 21 Junho 2021, 23:19

Reunião da Assembleia Municipal teve lugar na biblioteca

A reunião da Assembleia Municipal, de sexta-feira, dia 28, realizou-se no auditório da biblioteca municipal porque à mesma hora decorria junto da Câmara a Feira Medieval e facilmente se previa que o barulho perturbasse o normal decorrer dos trabalhos.

Manuel Ramos, o presidente da freguesia de Lapas, pediu que fosse lida na reunião uma justificação da sua ausência, porque a reunião foi marcada para o mesmo dia em que tinha reunião na sua freguesia, mostrando nessa comunicação o seu desagrado. Luís Silva, o presidente da Assembleia Municipal, mostrou-se surpreendido pelo desagrado, porque, justificou, Manuel Ramos subscreveu um comunicado da CDU a pedir a alteração da primeira data que fora sugerida para que a reunião tivesse lugar, no dia 27.

José Luís Jacinto, do PSD, ainda fez referência que no dia 27 os trabalhos no plenário da Assembleia da República decorreram com normalidade, tendo a CDU marcado presença. A CDU pediu a alteração da data dessa reunião porque ela iria coincidir com o dia da Greve Geral, greve que, como fez questão de sublinhar Cristina Tomé, tinha uma duração de 24h, pelo que iria sempre colidir com a hora da reunião.

O deputado do BE, António Gomes, questionou a Câmara sobre a situação do PAEL, pediu para saber que resultado houve da reunião com a empresa titular do parque de estacionamento “Almonda Parque” e criticou a situação do Convento do Carmo, dizendo que as obras começaram «mal» por «negligência do Presidente da Câmara».

LML

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados