SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 23 Junho 2021, 15:14

Sociedade Filarmónica Euterpe Meiaviense soprou 118 velas

A Sociedade Filarmónica Euterpe Meiaviense celebrou neste domingo, dia 23 de março o seu 118 aniversário na companhia de uma sala cheia, com muitas pessoas em pé, na sua sede, naquele que foi o concerto de aniversário.

A Banda convidada foi a Filarmónica da Frazoeira e esta foi também a primeira a atuar, tendo-se seguido o Coral da SFEM que cantou e encantou os presentes, tendo sido muito aplaudido no final da sua apresentação. A terminar a tarde de festa a Sociedade Filarmónica Euterpe Meiaviense brilhou no concerto oferecido aos meiavienses.

Esta Filarmónica foi fundada a 19 de março de 1896, pelo professor Professor Matos Branco.

“Desde então muitos músicos se têm formado nesta casa que, com o passar dos anos, também se dedicou a outras atividades culturais, como o teatro.

Em 1976 depois de um grande interregno da escola de música, o senhor Presidente Júlio Rato resolveu reativá-la, e nunca mais parou até hoje.

É a escola de música que sustenta  a banda de músicos necessários para as nossas apresentações musicais”, explicou a O Almonda João Carlos Silva Mendes, presidente da Sociedade.

Em relação ao recém criado Coral da Sociedade Filarmónica Euterpe Meiaviense explica, “no presente também temos outra atividade musical, “O grupo Coral Euterpe”, que nasceu a cantar com o acompanhamento da banda, e que agora está a trabalhar a quatro vozes e à capela”.

À semelhança das restantes coletividades espalhadas pelo concelho, também esta não foge às dificuldades económicas.

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados