SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Segunda-feira, 21 Junho 2021, 22:48

A última à Janela

Esta à Janela é uma despedida e será a nossa última. É uma decisão solitária, refletida. Está resolvido. Vou-me embora. Meus projetos são frágeis, mas nunca estive mesmo do lado da força. Por vezes, vem de dentro, do obscuro de nós mesmos, a coragem. Mas o que é isto afinal, que contra a corrente nos atrai para tempestades, arrebatando nossa nau contra rochedos e pedras? Transformando nossos sonhos em vulcões? Essa força… Esse samba… Eu chamo de coragem. Mas, se no princípio era a coragem, de onde vem o medo? As Escrituras Sagradas insinuam uma resposta, já nas suas primeiras páginas, quando diz que as primeiras criaturas, serpente e homem, cientes de seus medos, quiseram ser maiores que Deus. E sob a aparência do bem, a rastejar, tiveram medo e por medo, inventaram a traição, a mentira, a violência, a separação, o ódio, a dor e um caminho: a mediocridade. E, querendo o mundo para si, perderam a amizade. Querendo a segurança perfeita, perderam a coragem. No instante onde nos encontramos a coragem anda por um fio. E é por isso que quero mexer-me. Porque estou cansado de ter medo. Porque minha alma anda pelos caminhos da voragem insaciável de amar e mudar as coisas. Porque quero livrar-me das malditas serpentes que dividiram o mundo em esquerda e direita e nos dão ordens contra a razão e a verdade. Mishima dizia que a mediocridade sempre vence. Mas enquanto houver coragem, a esperança subsistirá. A despedida é o tempo da coragem. Santo Agostinho moribundo se despede assim (ao saber que sua diocese já estava nas mãos dos bárbaros), “Não tenham medo, Hipona não é o mundo”… Sorriu e partiu… Padre Ricardo Madeira assume a direção deste glorioso jornal no dia do seu centenário. Seus dias prometem um tempo de crescimento e sustentabilidade. Que eles sejam abençoados. Quanto a mim. Vou-me para junto dos ex-diretores desta boa obra, em cuja grande companhia, agora, não ficarei envergonhado. Durval Baranowske

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados