SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Terça-feira, 15 Junho 2021, 16:48

Estão a acabar as férias

Pois, é normal porque setembro chegou e com ele outros ciclos entram agora na agenda ou acabaram de começar. Ainda recentemente, em conversa de rua, alguém lamentava os dias que escurecem mais cedo, e a piorar até quase ao fim de dezembro. Mas as vindimas, ao que parece, foram fartas, porque o calor esteve à altura, veio o fim dos mais terríveis incêndios, que desolaram a Região Centro do nosso país, são coisas boas. É claro que relativamente às consequências dos incêndios, tenho de dizer como o Presidente Marcelo, os dinheiros têm de chegar ao terreno, às pessoas, porque o país deve repor, na medida do possível, a vida dos nossos concidadãos. No futebol, já começou outro ciclo e deste tema há sempre muito a dizer, pelo que começo pelas coisas negativas como o atribulado processo de transferência de Adrien para o clube inglês Leicester, com grande prejuízo para o jogador. Voltei a ouvir relatos e mais uma vez registei expressões como “vai já daqui” quando um jogador remata de longe”, “matar o borrego” na circunstância de se vencer onde nunca se tinha ganhado, “correr atrás do prejuízo”, para referir correr mais por se estar a perder, “pôr a carne toda no assador”, quando se dá tudo para vencer. Além da repetitiva utilização da palavra homem, para, no decorrer do jogo, os comentadores se referirem ao atleta, jogador. Quase todas podem ser substituídas para as enquadrar no léxico desportivo mais apropriado. Com um novo ciclo, podia melhorar-se o Português, destes meios de comunicação social, mas quem toma essa responsabilidade? Ninguém, e é pena. Na política “intra muros”, cá dentro, a intervenção do professor Cavaco Silva nas jornadas do PSD, de Castelo de Vide, fez correr muita tinta, e também não gostei, porque não esteve ao nível de ex-presidente da República. É urgente um código deontológico e ético da política, não só para o Parlamento mas para todos os representantes da coisa pública. Já agora, que este renovado semanário “O Almonda” perfaça mais um centenário.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados