SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 19 Junho 2021, 18:30

As Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ)

De 16 a 21 de Agosto vai decorrer em Madrid, mais uma Jornada Mundial da Juventude (JMJ). E o que é a JMJ e como apar e c eu? A primeira JMJ foi celebrada ofi cialmente no Domingo de Ramos de 1986 em Roma. A partir de 1987, a cada dois anos, organiza-se uma JMJ num lugar a designar pelo Santo Padre. Em 1987 os jovens foram convocados para Buenos Aires e o seu número, que chegou a 1 milhão, pôde escutar as palavras do Papa (então o novo Beato João Paulo II): “Repito diante de vós o que venho a dizer desde o primeiro dia do meu Pontifi cado: Vós sois a esperança do Papa, a esperança da Igreja». Dois anos depois, 600 mil jovens rumaram a Sant iago de Compostela; em 1991, 1 milhão e 500 mil jovens juntaram-se no Santuário Mariano de Czestochowa; em 1993 João Paulo II viu-se rodeado meio milhão de jovens em Denver, mas o maior encontro até à data, foi em Manila, onde 4 milhões de jovens aclamaram efusivamente o Santo Padre, como é o seu estilo; em 1997, Paris contou com quase 1 milhão de participantes, convidados na altura a comparecer em Roma para celebrar o Jubileu do ano 2000 – o encontro contou com 2,5 milhões de jovens. Em Toronto no ano 2002, 800 mil pessoas reuniram-se com João Paulo II, na altura muito debilitado. O Papa fez questão de lembrar: “Vós sois jovens e o Papa é idoso (Nããããão foi a resposta), e 82 ou 83 anos, não é a mesma coisa que ter 22 ou 23 (novo coro de protestos). (…) Embora eu tenha vivido no meio de muitas trevas, sob duros regimes totalitários, tive suficientes motivos para me convencer de maneira inabalável de que nenhuma dificuldade e nenhum temor é tão grande a ponto de poder sufocar completamente a esperança que jorra sem cessar no coração dos jovens”. Em 2005 em Colónia, de 16 a 21 de Agosto, foi a primeira JMJ presidida por Bento XVI, depois da morte de João Paulo II, sendo a primeira viagem internacional do seu recente Pontificado, em que mais de 1 milhão de jovens quis dar continuidade. Em 2008, em Sydney, na Missa de encerramento, Bento XVI anunciou ao mundo que a próxima JMJ seria em 2011 em Madrid. Para cada uma destas JMJ o Santo Padre envia uma mensagem. Para este ano: Enraizados e edificados em Cristo, fi rmes na fé (Col 2, 7). Que surpresa – o Santo Padre aqui tão perto de nós! Comecemos a preparar a nossa participação, sim, porque nas JMJ aparecem jovens e menos jovens, católicos e não católicos. E se alguém pensa que as JMJ, são «turismo » que se desengane: são dias de muita oração, muito espírito de serviço, muito esquecimento próprio e ajuda ao outro, pois cada participante deve poder dizer: “a minha vida «antes» das JMJ e a minha vida «depois» das JMJ faz uma diferença muito grande” … para melhor, obviamente. Conhecemos que de Hong Kong na China estão a preparar-se 880 jovens. Refi ro este caso uma vez que é por demais sabido que o Governo Chinês persegue a Igreja Católica que afirma a sua lealdade ao Papa, ao mesmo tempo que promove os que pertencem à Associação Patriótica Católica, submissa ao Partido Comunista.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados