SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 19 Junho 2021, 20:37

Laços resistentes

Ao longo da minha vida passei por algumas escolas de Torres Novas. Aprendi as primeiras letras ao toque de reguadas injustas.

Anos mais tarde fui para uma nova escola que estava velha e roída pelos andaimes das obras que nunca mais terminavam. Apenas fiquei ali um ano, transitando para o Colégio de Santa Maria, gerido por freiras de hábito azul. E de azul fomos trajadas, nas nossas batas de pano, abotoadas atrás. Havia muitas meninas nessa altura e muitas outras internas, oriundas de vários pontos do país. Só havia rapazes a partir do 10º. Não podíamos sair aos intervalos e estávamos sempre vigiadas. Faltar às aulas, nem pensar e tínhamos de participar em missas e afins. No entanto fui aceite por todos e comecei a aprender o valor da amizade, de ser solidário, de amar o próximo e isso nunca me irei esquecer.

Apesar da rigidez do ensino, também fazíamos marotices e das boas. Às sextas-feiras de tarde escondíamos as batas nas cestas do almoço e rumávamos à discoteca Fame para um pezinho de dança. Estávamos na flor da idade, pois então.

Seguimos destinos diferentes, mas graças às redes sociais alguém criou um grupo e juntamo-nos num saboroso almoço no restaurante Mário Alturas no sábado, que nos deliciou com um frango assado, como só ele sabe fazer e uma mesa de doces, onde destaco aquele bolo de noz, simplesmente divinal. Tiro aqui o meu chapéu ao João, o funcionário, pelo seu profissionalismo e simpatia ao servir-nos sempre com fartura e requinte.

O grupo estendia-se entre várias gerações, onde ao todo deviam estar presentes cerca de trinta e tal pessoas incluindo crianças, filhos dos meus colegas.

Terminamos este saudável convívio, cantando os parabéns à colega Cristina, que nos presenteou com um magnífico bolo de cenoura e gengibre.

Escrevo este artigo com orgulho por fazer parte deste grupo, que me deu tantos sorrisos. Um beijinho a todos e até para o ano, minha gente.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados