SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 19 Junho 2021, 20:36

“ Por Amor da Santa”

 

Falta quase um mês para a Feira Medieval, que superou todas as expectativas e foi um sucesso. Toda a paisagem que se recriou teve um longo trabalho de bastidores. E é através da comunicação social, Internet e tudo o resto que o visitante ruma até cá.

 

Também divulgo alguns eventos que acho mais importantes à minha maneira e por isso resolvi investigar o site da Câmara Municipal de Torres Novas, porque assim todos podem saber o que a nossa cidade tem e os eventos que acontecem no burgo e não só.

           

Qual não foi o meu espanto, quando na parte do Turismo deparei com a galeria de fotos da loja de artesanato fora do tempo e a loja fora do espaço certo. Isto é de loucos, pensei eu. A localização dita na Rua Alexandre Herculano. Claro que já lá esteve em termos experimentais, mas há muitos longos meses que mudou para as antigas instalações junto ao Mercado semanal.

           

No que toca à restauração outra gafe; o restaurante Artur´s frente ao Colégio de Santa Maria já fechou as portas e agora encontra-se outro restaurante que se chama o Solar da Ilda.

           

O Vintém também está na lista, mas já encerrou há muito tempo; O restaurante chinês Dois Dragões, frente à escola Secundária Artur Gonçalves, também deixou de fazer parte do mapa gastronómico há uns anitos.

           

Na parte de Bares e Discotecas, o referido bar Aqua Bar na Rua Alexandre Herculano foi substituído por outro nome e penso que também por nova gerência.

           

Se o cidadão quiser ver eventos, só tem os do 1º e 2º semestre do ano 2007. Estranho não?

           

Na doçaria, esquecerem-se de mencionar os famosos pastéis de feijão da Dona Helena Inácio e também os deliciosos Bolos de Cabeça de Lapas.

           

Chamo a atenção para estes pequenos grandes pormenores a quem por direito faz a actualização do site da câmara.

           

Esta semana também tenho de opinar acerca de mais dois assuntos. O primeiro é as novas paragens dos TUT na Avenida do Nogueiral. Apesar de frente às paragens as chamadas “zebras” amarelas ainda não estarem marcadas pergunto aos senhores automobilistas se nas aulas de código não aprenderam que só podem estacionar a 5 metros de distância das paragens de transportes públicos? Não se vê isso. Na 3ª foi o caos total com as multas; a falta de civismo; gritos e eu a questionar-me: e se uma ambulância urgente quiser passar? E porque razão uma paragem não foi colocada mais à frente para assim o fluxo do trânsito ficar mais livre?

           

Por último fiquei indignada com o Sr. Arquitecto que anseia colocar uma cobertura na Rua Alexandre Herculano. Sinceramente na minha opinião como torrejana acho um dinheiro mal empregue se o projecto seguir em frente. Digo isto, porque uma cobertura vai estragar a beleza histórica e as suas características típicas. Em vez de obstruir o bonito sol e até a chuva torrencial, porque não colocar toldos grossos e impermeáveis aquando dos eventos em dias invernosos?

           

E as outras ruas comerciais? Não será uma falta de respeito para com as outras pessoas que lutam diariamente para manter os seus negócios de pé? Porque se a cobertura for colocada haverá uma subida de compras nesse local e os outros estabelecimentos estarão às moscas.

           

E os habitantes desta rua será que gostarão de abrir as suas janelas em dias de Verão e deparar com uma cobertura por cima das suas cabeças?

           

Eu sei que a crise é iminente mas há que pensar também com o coração.

Há investimentos que a câmara pode fazer em prol de todos e não apenas da vontade de alguns.

 

Com todo o respeito “ por Amor da Santa”, ou seja, nem tudo ao mar, nem tudo á terra!

                                                     

 Madalena Monge

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados