SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 23 Junho 2021, 04:41

Alerta para 2011

 

Despediu-se o Ano Velho, veio 2011, com fogo-de-artifício, champanhe, música e passas de uva. Os mais atrevidos foram dar um mergulho no mar.

 

Este ano rumei até à praia da Nazaré. Em anos anteriores a faixa etária era mais velha mas este ano, fiquei espantada com a quantidade de miudagem. O autocarro vinha lotado com mochilas, sacos -camas e um sem fim de jovens. Parecia uma excursão de estudantes.

 

Na noite de festa vi o areal da Nazaré com muita juventude. Poucos adultos. Assustador, digo eu.

 

Infelizmente, vi rapazes a caírem de bêbados, rapariguinhas de tenra idade encostadas aos muros, deitadas na areia. As ambulâncias passavam quase umas atrás das outras. Garrafas espalhadas nas ruas.

 

Numa praça estava um presépio cujo Menino Jesus tinha desaparecido; Uma das mãos da Nossa Senhora estava partida; A vaca tinha uma pata tirada e o burro hoje tinha desaparecido. Chamo a isto puro vandalismo e falta de respeito.

 

Pergunto então aos pais destes menores, porque deixam os seus filhos virem sozinhos para uma festa?

 

Já reflectiram que nestas alturas os seus filhos bebem desalmadamente, fumam e muitos entram em coma alcoólico?

 

Acho uma certa piada quando vejo pais todos preocupados pelos seus filhos. Pedem reforços de segurança nas escolas; Têm receio que os seus filhos se percam na Internet, mas tem páginas nas redes sociais, onde colocam as fotos dos seus petizes.

 

Onde está o acompanhamento familiar? Onde está o bom senso?

Onde está a honestidade e o diálogo entre pais e filhos?

 

Penso que já não existe, como dizia o padre na missa de ontem: ” – hoje já não existe o conceito de família, os pais despejam os filhos e depois vem-nos buscar no fim da festa”.

 

A rapaziada anda de garrafas de sumo na mão, mas de certeza que ali há outras misturas.

 

Não sou mãe, mas sinceramente preocupa-me algumas atitudes dos pais modernos.

Por um lado, reprimem-nos, mas depois deixam-nos ir sozinhos ou de férias, ou para festas temáticas.

 

Nunca pensaram que ali também existem pedófilos?

Também existem pessoas inseridas em redes de tráfico de qualquer coisa.

Por favor sejam mais atentos com os seus filhos. Claro que há excepções, ainda vi grupos de amigos atinadinhos. E isso é de louvar.

Em geral amanha muitos vão contar aos amigos que passaram o fim-de-ano enfiados num hospital.

 

Pois bem amanha será dia de ressaca para muita gente.

 

Não sou moralista, mas é necessário alertar para evitar certos dissabores.

 

BOM ANO DE 2011

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados