SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Segunda-feira, 14 Junho 2021, 00:43

Socialmente fazendo

No final do mês de Março teve lugar no Palácio dos Desportos a Feira Social do Concelho de Torres Novas. Esta feira reuniu várias instituições que desenvolvem o seu trabalho para os outros na cidade e no concelho. No entanto há um grande esforço, organização, disciplina e gosto para que tudo resulte. Muitas vezes pensamos que os mais velhinhos que vivem em lares da 3ª idade estão ali à espera que a morte lhes bata no coração. Temos razão, não temos razão?

Mas na feira pude ver que cada instituição expunha os trabalhos manuais feitos pelas mãos engelhadas e sábias das avozinhas que não querem ficar a um canto a ver o tempo passar. Desde as toalhas bordadas, compotas, louça pintada à mão, bonecos de trapos.

Também as alunas do Centro Social e Bem Estar da Zona Alta estiveram a pintar em telas durante a tarde.

Não resisti ao maravilhoso arroz doce do Centro Social do Divino Espírito Santo da Meia Via e também há compota divinal de curgete do grupo Avós e Netos de Lapas.

Para os mais novos estava um insuflável, computadores, pinturas faciais, livros para desenhar entre outros.

O palco esteve sempre com espetáculos para animar o vasto público que aplaudia efusivamente. Destaco aqui o Grupo de Música e Cantares do CRIT que me emocionou com as suas danças e cantigas que foram buscar a cada aldeia do concelho. Gostei muito de os ver atuar pela sua concentração e entrega sem enganos nos passos.

Também o teatro pisou o palco com elementos da câmara e do Estabelecimento Prisional de Torres Novas. Neste caso acho importante este envolvimento daqueles que estão privados de liberdade com a população. Quem sabe se com estas iniciativas haja um futuro melhor para este pessoal quando sair detrás das grades.

Como remate final e para a nossa segurança estiveram presentes os Bombeiros Voluntários, a PSP e a GNR de Torres Novas.

E para que o nosso corpo funcione bem o Centro Hospitalar Médio Tejo esteve presente com um mini chek- up gratuito para quem quisesse. Eu fui lá e gostei dos resultados.

Resumindo e concluindo foi uma feira positiva e bem pensada. Estes dois dias de feira foram durante a semana porque provavelmente o Palácio dos Desportos esteja ocupado ao fim de semana, o que levou algumas pessoas a não passarem por lá. Apenas digo que apesar de já existir espaços para acontecimentos deste tipo, opino que a nossa cidade tem necessidade de um Pavilhão Multiusos fixo, onde certames como este pudessem ser ao sábado e domingo.

Feliz semana

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados