SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 12 Junho 2021, 15:15

O PEDU e os seus guardiões

Abram as amarras do castelo que o PEDU veio para ficar. Trás um rol de projetos para reabilitar pedaços da História da nossa vila agora cidade de Torres Novas. Venham ver o corso que vai gordo com as suas arcas carregadas de oiro transformado em milhares de notas.

Estais cansados de subir as escadas do castelo? Isso logo passará pois o PEDU paga para um elevador daqueles modernos com uma estrutura a imitar a madeira, ou qualquer coisa parecida. Sinceramente não me parece boa ideia ver aquela torre em forma de elevador num espaço tão lindo. Algo que desencaixa e que deveria ser melhor estudado.

Como também acho esquisita a maquete do Largo do Salvador, algo muito desnudado. Sugeria que arranjassem a calçada tornando-a menos inclinada, mas que deixassem estacionar os automóveis como estão.

Outra coisa que me foge da vista é a reabilitação do Nogueiral. O prédio Alvarenga pelos vistos também entra no PEDU e não sei qual será o seu uso no após a restauração. Também o Almonda Parque de que tanto se tem falado e remexido será que é desta vez que fazem algo por ele?

E por último a Central do Caldeirão e exteriores também entra no pacote. Até podia ser um centro cultural para todos e não só para alguns.

Senhores guardiões da Câmara Municipal de Torres Novas; sou uma cidadã de olho aberto e pé ligeiro, por isso pergunto se o dinheiro do PEDU não pode primeiro começar pelo rio que é o nosso postal da cidade; Porque não passar a pente fino as margens e mesmo dentro do rio retirando lixo, cortando árvores e demais vegetação? Porque não arranjar a ponte dos Mesiões e criar uma praia fluvial que de certeza todos os torrejanos e não só iriam adorar?

E será que o PEDU não poderia fazer a manutenção devida do Estádio de Futebol do Clube Desportivo de Torres Novas, começando pela relva que está uma desgraça, passando pelos chuveiros dos balneários, terminando a zona circundante do campo sintético entre outras coisas?

Para terminar uma pergunta senhores guardiões o PEDU apenas se centra na cidade. Será que não se pode estender ao concelho? Acredito que muitas aldeias do nosso concelho têm muitos problemas para resolver mas que mesmo com muita força de vontade não conseguem levar o barco a bom porto.

Será que o dinheiro do PEDU não pode ser aplicado para reabilitar por exemplo os Pimentéis que desde a tempestade nunca mais foi visto com olhos de ver e está completamente abandonado?

Esta foi a minha opinião. Não sei se estou certa ou errada, mas não podia deixar passar o PEDU por mim e ignorar a sua passagem.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados