SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quinta-feira, 17 Junho 2021, 00:52

Os primeiros passos

O ano de 2015 já está terminado e agora vivamos 2016 com intensidade. Todos os anos há meia-noite de 31 de dezembro nasce crianças. A televisão vai às maternidades e faz a reportagem. Esses bebés vão crescer, comer e viver. Todos os pais sonham com uma vida plena de felicidade para os seus filhos e muitos caem nos caprichos dos meninos em termos de alimentação por exemplo. Se o menino não gosta nabiças na sopa, não lhes dão sopa. Se o menino quer comer hambúrgueres cheios de gordura, os pais deixam-nos ir. Quando chegam à idade escolar dão-lhes dinheiro em vez de lhe enviarem um lanche. E num bar, num café há sempre guloseimas e claro que eles escolhem o doce à sandes.

Durante os meus anos de trabalho nas escolas onde passei assisti a coisas levadas da breca. Numa escola preparatória fazia assistência no refeitório e valha-me Deus que batalha de pão pelo ar que tentei travar; não fosse eu a obriga-los a comer sopa não o faziam e felizes das funcionárias pois levavam a sopa para casa. Era o chamado tempo das vacas gordas. Numa escola primária tinha um miúdo que comia a meio da manhã sardinhas enlatadas. Os pais trabalhavam no mercado e deixavam-lhe dinheiro. Ao longo dos anos vi que muitos pais tinham a culpa da obesidade dos filhos, pois não os controlavam, não os educavam a saber comer. Eles também não sabiam comer e ainda hoje em muitas coisas um prato de sopa não entra e muito menos uma salada ou um peixe.

Esses jovens sofrem com a sua gordura, choram, refugiam-se em casa pois a sociedade maltrata-os chamando-lhes monstros e tudo o que há de mau. Em Portugal há crianças e jovens obesos, mas na América ainda haverão maior número de obesos, pois há muita cadeia de fast-food, ou seja, a comida de plástico.

Felizmente a Sic o ano passado lançou o programa Peso Pesado Teen e em boa hora o fez porque deu a oportunidade de um grupo de jovens obesos conseguissem ganhar menos peso. E eles conseguiram. Sempre fui uma expectadora assídua desde o primeiro episódio desta saga e fiquei feliz por eles todos. O João Manuel ganhou o prémio final e o André Francisco ganhou o prémio de casa. Mas todos eles foram uns verdadeiros vencedores. São sem dúvida o exemplo de outros jovens. Entraram para ali com a sua vida amarrotada, com raiva, medos e diziam: “- Não consigo” e com a ajuda dos treinadores, da sua força de vontade venceram um obstáculo muito difícil. Ali houve uma entrega de sentimentos, um lavar de alma e um abrir de corações perturbados. Houve luta, gritos, amor e amizade. Não entrou lá nenhum jovem de Torres Novas, mas não poderia de deixar este assunto esquecido, pois é importante realçar estes feitos. São pessoas que foram em busca duma identidade e encontraram-na. Agora penso que os primeiros passos terão de ser dados com cabeça firme e sempre em frente. Porque a tentação nas ruas está em cada slogan em cada pastelaria. Ergam a cabeça e caminhem, tudo de bom para vocês.

Deixo um pedido à SIC para continuar com a 2ª temperada do Peso Pesado Teen.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados